De acordo com os dado apresentados pelo Boletim Regional Econômico do Banco Central, BC, a região Sudeste teve um crescimento de 2,3% entre junho e agosto deste ano. Com esse patamar de crescimento a região foi a que obteve o melhor resultado no período.

No trimestre anterior, a região Sudeste teve um crescimento de cerca de 1,8%. De acordo com os dados do relatório do BC seguiu-se no ranking de crescimento do Produto Interno Bruto por região atrás do Sudeste, o Norte com 1,8 por cento. Depois vem as regiões Centro-Oeste, com 1,7 por cento e a região Nordeste com 1,6 por cento. O Sul foi o que menos cresceu com uma taxa de 1,5 por cento no período.

O boletim foi apresentado durante o primeiro Encontro Pernambucano de Economia, ocorrido nesta quita-feira, dia 8 de novembro na cidade de Recife, capital do estado. Um dos destaques do documento é para a região Nordeste que teve um bom crescimento puxado pelos estados de Pernambuco, Ceará e Bahia.

A região teve a economia aquecida , segundo o BC, em virtude de um aumento da massa salarial com os programas de redistribuição de renda do Governo Federal.

Por Matheus Camargo





CONTINUE NAVEGANDO: