O déficit da balança comercial dos Estados Unidos em setembro alcançou um patamar de 41,55 bilhões de dólares. Os dados são do Departamento do Comércio do governo norte-americano. Os analistas financeiros inquiridos pela Dow Jones previam que o déficit da balança comercial do país ficasse em 45,0 bilhões de dólares. Apesar do mal resultado, os números surpreenderam positivamente o mercado. Isso se deve pelo fato do déficit de setembro ser o menor desde o final do ano de 2010.

A queda do déficit da balança comercial dos Estados Unidos ocorreu graças às exportações. Elas mostram uma recuperação em setembro, após meses de resultados ruins. Em setembro, as exportações dos EUA cresceram cerca de 3,1%. Essa foi a maior alta das exportações desde o começo de 2011. Os EUA exportaram produtos no valor de 187 bilhões de dólares e importaram cerca de 228,54 bilhões de dólares, um valor 1,5% maior do que no mês anterior.

Um fator que pressiona a balança comercial americana é a necessidade de importação de petróleo. Com a alta dos preços do petróleo recentemente, o produto foi menos comprado pelo país. Mesmo assim atingiram um recorde de gastos, ficando em 11,18 bilhões de dólares.

Nas transações EUA China o déficit americano é 29,06 bilhões de dólares, com uma alta de 1,5% em favor dos chineses. Eles enviaram para os EUA produtos no valor de 37,85 bilhões de dólares, enquanto os chinês compraram dos americanos apenas 8,79 bilhões de dólares.

Por Matheus Camargo





CONTINUE NAVEGANDO: