Quem está acostumado a comprar pela internet deve saber que está contribuindo para o crescimento do comércio online, principalmente relacionado ao próprio território brasileiro.

Por falar em números, estudos indicam que no ano passado as vendas pela internet movimentaram exatos R$ 18,7 bilhões, com crescimento de 26% em relação a 2010, segundo a e-bit, empresa especializada em informações sobre o comércio virtual. A meta principal das empresas virtuais para este ano é lucrar 25% a mais do que os valores já indicados.

De acordo com a pesquisa, 32 milhões de consumidores fecharam negócios nos sites de comércio eletrônico cadastrados na empresa. A maioria dos sites são de compras coletivas, que fornecem promoções diversas pela web e movimentam grande parte do comércio online. Em 2010, os números correspondiam a 23 milhões.

A maior surpresa revelada pela pesquisa é que os maiores consumidores de produtos pela web são da classe C. O ranking das mercadorias mais vendidas foi mudando de ano para ano, até que os registros feitos para chegar a tais resultados pudessem ser comprovados.

Fonte: Brasil 247

Por Jéssica Monteiro


Uma novidade que está na moda e tomou conta das cabeças dos brasileiros são as compras coletivas pela Internet. Há diversos sites que oferecem descontos de até 90% em diversas categorias, desde uma massagem, uma viagem ou até churrascarias. Eles começaram a surgir há pouco tempo, mas hoje são centenas em todo o Brasil.

Os usuários sentem-se satisfeitos, pois podem usufruir da boa qualidade do produto por um ótimo preço. No entanto, os produtos ou serviços só podem ser adquiridos pelo preço anunciado se houver um número indicado de compradores. Então, o apelo desses sites é fazer com que os usuários os divulguem e conquistem mais pessoas para compartilhar da mesma promoção.

Mas não deixa de ser uma ótima opção para quem gosta ou precisa economizar. 

Por Flávia Yoshitani





CONTINUE NAVEGANDO: