Site da Caixa Econômica informa o calendário para pedido e liberação do FGTS Inativo.

O governo anunciou no último dia 22 diversas medidas para que a economia interna pudesse ser estimulada. Com isso mais de 10 milhões de beneficiados poderão fazer o saque de todo o valor que se encontra bloqueado em suas contas do Fundo de Garantia, apenas as inativas. Sendo R$ 30 bilhões.

O presidente do Brasil, Temer, anunciou a projeto em um café no Palácio do Planalto. A ideia do governo é injetar cerca de R$ 30 bilhões na nossa economia. O beneficiário a partir de agora poderá realizar o saque de todo o valor das contas de FGTS inativas.

Muitas pessoas se dirigiram até uma agência bancária para saber como sacar tal saldo e encontraram o aviso de que o cronograma de saques e a liberação dos valores das contas inativas do Fundo de Garantia ainda não foram definidos. No entanto, no site da instituição financeira responsável pelo pagamento do benefício indica que o calendário do pedido e a liberação do dinheiro só acontecerão a partir do mês de fevereiro de 2017.

Até a criação desta medida, o trabalhador só podia sacar o saldo do Fundo de Garantia caso tivesse saído de um emprego por intermédio de um pedido de demissão passados três anos e não estar em um novo emprego formal. Este período não irá existir mais para os empregados que entrarem com pedido demissão até o dia 31 de dezembro do ano de 2015.

Agora, o mesmo pode retirar seu Fundo de Garantia mesmo que esteja trabalhando em um outro emprego de forma registrada. Lembrando que o contribuinte não tem o direito de retirar o Fundo de Garantia de uma conta ativa, que é aquela que tem um valor sendo depositado mensalmente pelo empregador. Os que entraram com pedido de demissão neste ano de 2016 não possuem tal direito.

Para conferir o saldo atual de seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço faça o download do aplicativo da Caixa no seu smartphone e confira, ou então através do site, podendo ser feito também diretamente no caixa eletrônico, com um cartão cidadão.

FILIPE R SILVA


Começa em Campinas, interior de São Paulo, nesta próxima sexta-feira (dia 14) o 9º Feirão Caixa Econômica Federal que oferece mais de 20 mil imóveis e opções de financiamentos para os interessados em comprar sua casa própria.

O Feirão acontece no Parque Dom Pedro Shopping e vai até o próximo domingo (16). A expectativa de público para este ano é de 25 mil pessoas. São 30 construtoras, 20 imobiliárias, 24 correspondentes Caixa Aqui e oito lojistas no espaço construção, além de corretores e técnicos da própria Caixa.

Uma das novidades anunciados nesse Feirão é que aqueles que optarem pelo financiamento, só precisam pagar a primeira prestação em janeiro de 2014.  Para dar entrada no requerimento de crédito, os interessados precisam pegar uma senha e apresentar a seguinte documentação: carteira de identidade, CPF e comprovante de renda.

A Caixa oferece financiamentos com prazo de pagamento de até 35 anos, com taxas de juros a partir de 4,5% ao ano.

Endereço: Avenida Guilherme Campos, nº 500, no Jardim Santa Genebra
Horários: Sexta e Sábado: das 10h às 21h nesta sexta-feira e Domingo: das 10h às 18h.

Por Thaís Cortez


A Caixa Econômica Federal lançou nesta segunda-feira, dia 29 de outubro, o Cartão Turismo Caixa Platinum. O cartão possui uma linha de crédito com taxa de juros de 1,85% ao mês no rotativo e um limite de  parcelamento de compras em até 48 vezes com taxa de 0,82% ao mês.

O cartão poderá ser usado tanto para compra de serviço ou produto quanto para compra em contratações de pagamento do dia a dia. Nas compras relacionadas com estabelecimentos de turismo o cliente recebe 1,8 ponto no programa de relacionamento para cada dólar gasto. Nas demais transações a relação é de 1,5 ponto para cada real gasto.

De acordo com a Caixa a anuidade do cartão estará em R$ 307. Fabio Lenza, vice-presidente do departamento de relações de pessoas físicas da Caixa Econômica disse que a quantidade de parcelas pode ser dividida em até 6 vezes nos pagamentos e custos das compras podem fazer parte do programa de pontos do cartão.

A Caixa conta com outro cartão de crédito similar, porém com padrão mais barato. Ele se chama Cartão Turismo Caixa. O banco emitiu, até setembro de 2012, cerca de 773 mil unidades do produto. Desde o lançamento do cartão, em 2004, foram emitidos mais de 3 milhões de unidades.

Os cartões destinados ao turismo da Caixa representam cerca de 20,1% do total das de unidades de cartão de clientes do banco.

Por Matheus Camargo

Fonte: Estadão


O Idec, Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, divulgou pesquisa essa semana que mostra que bancos brasileiros teriam aumentado seus lucros em cobranças de tarifas em 33% entre junho de 2011 e junho de 2012.

As receitas dos bancos com tarifas tem sido um dos alvos no Governo Federal esse ano. A presidenta Dilma Rousseff ordenou os bancos público Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil a cortar suas tarifas e por competição pressionar os bancos privados a segui-los. A tática deu certo e o Itaú sinalizou redução de  suas tarifas em proporções semelhantes aos dos bancos públicos, em volta de 6%.

De acordo com o estudo do Idec, as instituições financeiras teriam aumento seu lucros com tarifas cobradas dos clientes em média de 52,43 reais por cliente para 2011 para um patamar de 69,86 reais em 2012.

Ione Amorim, economista que coordenou a pesquisa afirma que "É preciso mais transparência.” Na cobrança de taxas bancárias no Brasil. Ele afirma ainda que “o Banco do Brasil, por exemplo, descontinuou vários pacotes de serviços.” E se pergunta se o banco conseguiu fornecer corretamente e em tempo, as mudanças para seus clientes.

Desde abril de 2008 há uma nova normatização no sistema financeiro brasileiro sobre cobrança de taxas de serviços bancários publicada pelo Banco Central. O teor da medida consiste em padronizar e regulamentar as cobranças, deixando as taxas e suas funções melhor determinadas.

Por Matheus Camargo
 


Um Economista e ex-dirigente da Federação Brasileira de Bancos alerta que a expansão da carteira de crédito por parte de bancos púbicos pode ameaçar o equilíbrio do mercado financeiro brasileiro.

Roberto Luís Trosteranalisa que o crescimento de 71% da carteira de crédito disponibilizado no mercado pela a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil nos últimos doze meses pode ser uma estratégia que colocará em risco o equilíbrio do mercado de crédito nacional.

Os dados foram disponibilizados pelo relatório do Banco Central sobre a política de crédito nacional em agosto. Segundo o relatório do BC os bancos públicos lideram a expansão do crédito no último período e aumentaram significativamente sua participação total no mercado de crédito nacional.

Nos últimos meses, a expansão da concessão de crédito pelo o BB e a Caixa veio associada com políticas de redução da taxa de juros e de corte nos custos da tarifa. Essas políticas, diretamente associadas a decisões do Governo Federal, vêm impondo um aumento da competitividade no mercado financeiro nacional e já tem surtido efeitos nos bancos privados que nos últimos dias anunciaram corte nas taxas de juros e em preços de tarifas.

Troster afirma que essa política arrojada de competição dos bancos públicos pode ser insustentável. Segundo ele: “O problema é que os índices de eficiência das instituições públicas são piores e elas não suportam as reduções de taxas de juros”.

Outros analistas são menos pessimistas e afirmam que o crescimento da participação desses bancos no mercado de crédito tem sido sustentado por níveis de inadimplência que se mantém constantes.

Por Matheus Camargo

Fonte: Estadão


Lucro líquido da Caixa aumentou 16,4% no 2º tri

Segundo um anúncio feito pela Caixa Econômica Federal, o seu lucro líquido registrado no segundo trimestre deste ano sofreu um avanço de 16,4%. No acumulado do primeiro semestre, o crescimento foi de 25,2% (na comparação anual), com um ganho de R$ 2,8 bilhões.

A CEF também aumentou a sua previsão para as contratações de crédito, de R$ 286 bilhões para R$ 320 bilhões. Isso representaria uma alta de 34,4% relacionado a 2011, quando foram concedidos R$ 238 bilhões.

A carteira de crédito da Caixa cresceu 44,6% em 12 meses até junho, totalizando R$ 298 bilhões. Já, a inadimplência da carteira permaneceu estável em 2,04% ante junho do ano passado.

A tendência é que até o final do ano a Caixa fique com uma carteira total de crédito de R$ 354 bilhões, ou seja, 42% maior do que foi registrado no fim do ano passado.

A intermediação financeira foi de R$ 4,008 bilhões no 2º trimestre, e no semestre, a receita foi de R$ 8,205 bilhões.

Já, no acumulado de 12 meses, houve um crescimento de 29,8% no total de ativos da CEF, alcançando R$ 596 bilhões.

Segundo o presidente do banco, Jorge Hereda, a grande influência para essa alta foi a grande demanda pelos produtos do programa Caixa Melhor Crédito, quando a instituição reduziu os juros cobrados em várias modalidades.

As contratações do programa resultaram em R$ 31,9 bilhões no 2º trimestre, apresentando uma alta de 57,6% em relação ao 1º trimestre.


Ações da MRV registraram queda em 02/08

As ações ordinárias da MRV Engenharia encerraram o dia de hoje (02/08) em queda de 5,78%, cotadas a R$ 10,10.

A expressiva baixa vista deve-se ao fato de que a Caixa Econômica Federal suspendeu a concessão de crédito para a empresa, pois a construtora foi incluída na lista do Ministério do Trabalho de empregadores que submetem seus funcionários a condições análogas às de escravo.

A MRV é uma das principais construtoras do programa do governo Minha Casa, Minha Vida.

Segundo o Ministério do Trabalho, a construtora tem dois projetos de condomínios residenciais incluídos na lista dos empregadores infratores, sendo eles o Residencial Parque Borghesi, em Bauru, e o Condomínio Residencial Beach Park, em Americana, ambos localizados no interior de São Paulo.

A Caixa é signatária do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo no Brasil.


Mudanças no Construcard

Foi anunciado hoje (23/07) que o Construcard, serviço de financiamento de materiais de construção oferecido pela Caixa Econômica Federal, teve um corte nos juros que eram cobrados. Além disso, a CEF aumentou o prazo máximo de financiamento do serviço.

A taxa mínima que era de 1,96%, passou para 1,40% ao mês, e a máxima, passou de 2,35% para 1,85% ao mês.

O prazo máximo de financiamento passou para até 96 meses, sendo que antes este prazo era de até 60 meses.

Essas novas mudanças passam a valer a partir do dia de hoje (23/07) em todo o território nacional.

Sobre o Construcard:

Esta forma de financiamento já beneficiou mais de 1,2 milhão de famílias, emprestando aproximadamente R$ 15 bilhões.

O Construcard é destinado à compra de materiais de construção em estabelecimentos conveniados com a Caixa, e não há limite máximo de financiamento.


Caixa oferece novo serviço de fundo de investimento

A Caixa Econômica Federal inovou mais uma vez e criou uma nova forma de aplicação em fundo de investimento de curto prazo. O investimento é automático, o que oferece uma rentabilidade aos recursos depositados na conta corrente.

O novo produto se chama “Caixa FIC Movimentações Automáticas Curto Prazo” e exige que a primeira aplicação seja de R$ 100, no mínimo. Com isso, sempre que a conta corrente apresentar mais de R$ 50, o valor superior a isso será automaticamente depositado no fundo e começará a pagar juros. Por exemplo, se a conta corrente tiver R$ 70, R$ 20 serão enviados automaticamente ao fundo. Porém, caso a conta fique negativa o dinheiro também será resgatado automaticamente, ou a pedido do cliente.

A taxa de administração cobrada é de 2% ao ano e a liquidez da carteira é diária.

As vantagens para a Caixa com este novo produto, são as seguintes: a maximização do uso do dinheiro depositado no banco e a receita da taxa de administração, que faz com que a Caixa ganhe com esse serviço.

Para obter mais informações acesse o site da Caixa.


Pagamento do PIS ano-base 2011/2012

A Caixa Econômica Federal informou que 3 milhões de trabalhadores irão receber, nos salários de julho e agosto de 2012, o abono de um salário mínimo (R$ 622,00) ou rendimentos do PIS, referentes ao ano-base 2011/2012, que devem ser retirados até junho de 2013.

A CEF, que é a gestora do PIS, acrescentou que 17,9 milhões de pessoas têm o direito de receber o abono de um salário mínimo, e outras 27 milhões poderão sacar os rendimentos, em valores menores que o abono.

Os correntistas da Caixa e os colaboradores de empresas conveniadas receberão como crédito direto na folha de pagamento. Já os demais trabalhadores, poderão sacar o benefício a partir do dia 15 de agosto nos terminais de autoatendimento, agências, casas lotéricas, e “Caixa Aqui”, seguindo um calendário que relaciona o mês de aniversário do trabalhador com o mês que poderá sacar o dinheiro.

Quem quiser verificar se tem direito a receber o abono, poderá acessar o site da Caixa, ou ligar para o 0800 726  0101, opção 2.

Informações sobre o abono:

O direito ao abono é destinado a todos os trabalhadores cadastrados no PIS até 2007 que trabalharam mais de 30 dias em 2011, com Carteira de Trabalho assinada, e que tiveram rendimentos de até 2 salários mínimos (por mês). Quem teve salários maiores receberá os rendimentos. Lembrando que todos os dados dos trabalhadores devem ter sido informados ao MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).


A loteria Timemania vai ser reformulada. É o que disse a Caixa Econômica Federal, através de Gilson César Pereira Braga, superintendente nacional de Loteria da Caixa, no dia 22 de maio, na Câmara dos Deputados.  

Segundo a Agência Câmara,  a reformulação do jogo pretende melhorar a arrecadação além de facilitar as apostas, que seriam feitas usando-se o escudo do time.

A Timemania foi criada em 2007 como forma de liquidar as dívidas dos clubes de futebol com o governo. Dívida essa que girava em torno de R$ 968,2 milhões até então. Mas a Timemania acabou não cumprindo o papel para o qual havia sido criada.

Conforme dados da Caixa, em 2011 a Timemania arrecadou aproximadamente R$ 160 milhões, ou seja, nem um terço do valor devido ao governo pelos clubes à ocasião em que foi criada, e sua renda é de apenas 3% de todas as apostas feitas pela Loteria Federal no país inteiro.   

Os deputados sugerem que a Timemania tenha uma proximidade maior com o torcedor e amante de futebol. Para isso, o sorteio seria realizado em dias de jogos nos estádios e os novos campos de futebol, construídos para a Copa do Mundo de 2014, pudessem abrir lojas da Loteria Federal, para facilitar o acesso do torcedor à aposta no seu time. 

Por Christielle Pimenta


A Caixa Econômica Federal anunciou que a liberação de crédito para Pessoa Física aumentou 17% após o anúncio do seu pacote de redução de juros. Ao todo o volume de empréstimos somou R$ 518 milhões.

A comparação foi feita com a semana anterior ao anúncio da redução de juros. Com relação aos empréstimos liberados para empresas, esse valor foi de R$ 323 milhões, o que representou um crescimento de 9%.

Antes da redução, a linha Crédito Direto Caixa liberava em média R$ 10 milhões por dia, sendo que com o novo pacote, as contratações dobraram, vale lembrar que a redução da taxa nesse caso foi de 28% por ano.

A taxa anual cobrada para as empresas teve redução de 65% ao ano, isso fez com que a média de procura diária subisse de R$ 5,3 milhões para R$ 39,2 milhões, as campeãs de solicitação são as micro e pequenas empresas que totalizaram juntas um valor de R$ 196 milhões a serem aplicadas no capital de giro.

Os recursos de linha de crédito consignado foram os que tiveram maior volume de contratações, muito por causa da garantia atrelada ao salário, nesse caso as taxas foram reduzidas em 31%, a média de contratações antes era de R$ 77 milhões por dia, com as novas taxas esse valor passou para R$ 135 milhões.

Por Joyce Silva


Foi lançado pela Caixa Econômica Federal o programa Caixa Melhor Crédito que irá reduzir as taxas de juros em até 88%.

A medida, que irá beneficiar cerca de 25 milhões de clientes da instituição, foi uma forma encontrada pela Caixa para fazer com que os brasileiros tivessem maior acesso às linhas de crédito oferecidas pelo banco, sendo que as micro e pequenas empresas também serão beneficiadas com melhores condições de financiamento. 

Segundo o presidente da instituição financeira, Jorge Hereda, o Caixa Melhor Crédito terá quatro vertentes: o aumento do número de recursos que estão disponíveis no mercado, a educação voltada para o crédito consciente, maior valorização dos clientes, e redução significativa das taxas de juros praticadas atualmente.

Ainda segundo ele, o programa posiciona a Caixa como o banco que oferece condições de crédito mais vantajosas que as de outros bancos. 

As micro e pequenas empresas irão receber um incentivo de aproximadamente R$ 10 bilhões pelo Caixa Melhor Crédito, sendo que os clientes mais antigos receberão benefícios extras como o refinanciamento de dívidas com o banco, prazos mais longos para pagamento, aplicações financeiras com taxas melhores e isenção de algumas tarifas. 

Entre as modalidades que irão fazer parte do Caixa Melhor Crédito estão o Cheque Especial, Cartão de Crédito, Crédito Consignado, Crédito Direto CAIXA, financiamento de veículos, entre outros.

Mais informações poderão ser obtidas no site da Caixa, ou direto em uma das agências bancárias.   

Por Joyce Silva


O sonho de ganhar na Mega-Sena leva muitos brasileiros a correrem às Lotéricas de todo o país. Uma vida mais confortável, recheada de requinte e menos pressão pode ser refletida na esperança de cada cidadão, a qual pode ser vista em cada expressão pelas filas desses locais.

Uma aposta nem sempre pode ser realizada, pois nem todo local de trabalho está próximo de casas Lotéricas. Os correntistas da Caixa Econômica Federal (CEF), porém, podem fazer sua fezinha diretamente pela rede mundial de computadores. Para tanto, é preciso acessar o Internet Banking de sua conta bancária e escolher os números. O limite diário afixado para cada usuário é de R$ 100 e independente da quantia o débito é realizado diretamente na conta corrente.

As apostas, que devem ser realizadas entre 12h e 18h, são voltadas apenas a pessoas físicas com idade igual ou superior a 18 anos. A Teimosinha e a Surpresinha não estão disponíveis no sistema por enquanto.

O valor de cada aposta é o mesmo do praticado nas Lotéricas.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa





CONTINUE NAVEGANDO: