O presidente do banco Santander do Brasil, Marcial Portela, afirmou em entrevista a jornalista na manhã de quinta-feira, 25 de outubro, que a taxa de inadimplência deve cair no último trimestre do ano. Ela apresentou que os resultados do banco Santander mostram que a taxa de não pagamento do banco subiu no terceiro trimestre desse ano.

Segundo os dados o indicador de inadimplentes no Santander entre julho e setembro de 2012 ficou em 5,1 por cento, contra 4,9 por cento no segundo trimestres.

Portala advertiu que a inadimplência no país é o resultado do endividamento excessivo das famílias. Ele pontuou que das sessenta milhões de famílias, entre oito e dez milhões, haviam contraído dívidas que não podiam pagar. Porém essa quantidade deve se reduzir no último trimestre do ano.

Um dos motivos da redução é a injeção de dinheiro no orçamento das famílias, com o pagamento do décimo terceiro. Muitas pessoas aproveitam também os pagamentos extras do final do ano para quitar suas dívidas e regularizar sua situação financeira.

O presidente do Santander estima que o banco deve alcançar uma participação de oito a dez por cento no mercado de credenciamento de lojistas brasileiro no ano que vem. Atualmente, o Santander subiu sua participação para quatro por cento, em fins de setembro, contra os 2,06 por cento no mês período do ano passado.

Por Matheus Camargo





CONTINUE NAVEGANDO: