As ações da petroleira brasileira Petrobrás abriram em frente queda no pregão dessa última segunda feira, dia 29 de outubro. O motivo da queda é o fraco desempenho da empresa  no terceiro trimestre de 2012. O balanço financeiro apresentado pela empresa nesse dia mostra que o desempenho ficou abaixo das expectativas dos analistas.

As quedas nas ações da Petrobras na Bolsa de Valores de São Paulo chegaram a atingir o patamar  de 3,45 % no pregão de segunda feira. No começo da semana passada era previsto um lucro de 8 bilhões de reais para empresa entre julho à setembro desse ano. Desta maneira o lucro de 5,5 bilhões de reais foi considerado  uma decepção para o mercado financeiro.

Em setembro, a Petrobrás produziu cerca de 1,843 milhões de barris de petróleo por dia no Brasil. Segundo o diretor de exploração da Petrobrás,  José Miranda Formigli, a empresa deve apresentar resultados melhores nos próximos meses.

Apesar disso, a empresas admite que não conseguirá atingir a meta de produção este ano. Este é um novo corte nas previsão de produção da Petrobrás, após aquele que foi é realizado nos meses anteriores.

Por Matheus Camargo


Essa promete ser uma semana agitada na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) com a divulgação dos balanços comerciais das principias ações negociadas no Brasil. Entre 22 e 26 de outubro a Companhia Vale do Rio Doce e Petrobras, que possuem as ações mais negociadas na Bovespa devem divulgar seus resultados do terceiro trimestre de 2012. Ainda os bancos Bradesco e Itaú Unibanco também devem publicar seus balancetes financeiros do último período.

Quarta-feria, 24 de outubro, é a vez da Vale publicar seu balanço financeiro para o trimestre que vai entre julho e setembro. De acordo com analistas a empresa deve apresentar uma pequena subida na produção do minério de ferro, principal produto comercializado pela Vale. Porém os resultados podem não ser bons, devido a queda no preço médio da commodity no período que deve ficar em volta de 21 por cento mais barata. Isso pode levar a um duro golpe no rendimento da empresa no período.

A Petrobras prevê a publicação de seu balanço financeiro do trimestre para sexta-feira, 26 de outubro. No segundo trimestre de 2012, a gigante brasileira decepcionou o mercado ao apresentar um resultado de 1,346 bilhão de reais em prejuízo líquido. Analistas previam que a Petrobras deveria demonstrar um lucro líquido de 1,58 bilhão de reais para esse período.

Por Matheus Camargo


A Comissão de Valores Mobiliários determinou que os balanços financeiros dos anos de 2011 e 2012 apresentados publicamente pela Marfrig sejam refeitos. Segundo a CVM, a Marfrig teria cometido um erro no cálculo de seu patrimônio líquido.

A Marfrig é um grupo empresarial do setor alimentício que realiza o processamento e a distribuição de alimentos à base de carne bovina, suína, ovina e avícola no Brasil.

Segundo o órgão governamental, a empresa teria contabilizado debêntures, tipo de papel creditício emitido por empresas negociável na bolsa de valores que funcionam como instrumento mandatário à empresa aos seus possuidores, em seu patrimônio líquido. No entanto, não segue as regras de contabilização desse tipo de operação e a Marfrig deveria ter colocado o valor de seus papéis de debêntures na contabilidade de passivos não circulantes da empresa e não no patrimônio líquido.

A republicação dos balanços financeiros da Marfrig de 2011 e 2012 deve apresentar, portanto, uma queda em seu patrimônio líquido. Em nota, a empresa esclarece que a reclassificação das debêntures "não tem efeito sobre o atual endividamento financeiro da companhia”, pois o instrumento mandatário creditício só é passível de liquidação em ações ordinárias de emissão da própria empresa.

Por Matheus Camargo

Fonte: Infomoney





CONTINUE NAVEGANDO: