Márcio Zimmermann, ministro de Minas e Energia do Governo Federal, declarou nessa terça-feira, 6 de novembro, que os analistas fizeram avaliações incorretas sobre o mercado de energia elétrica no país, pois suas projeções se deram ignorando o marco regulatório do setor elétrico brasileiro. Segundo ele, isso poderia ter ocasionado erro na precificação dos papéis das empresas concessionárias do setor elétrico brasileiro.

Para Zimmermann era muito precoce a análise de que o Governo Federal iria manter as mesmas regras do marco regulatório do setor elétrico para as novas concessões que começariam a vencer a partir de 2015. Diz o ministro que as próprias empresas concessionárias já deveriam contar com as mudanças, pois conhecem o setor.

O Ministro informou, também, que as relicitações virão já com uma tarifa máxima estabelecida, utilizando os mesmos parâmetros do que foi apresentado paras as novas licitações às empresas no começo de novembro.

As novas regras do governo foram muito mal recebidas pelos investidores da Bolsa de Valores de São Paulo, Bovespa. Nos dias 6 e 7 de novembro as ações das empresas concessionárias do Governo apresentaram forte desvalorização com a notícia das medidas do Governo anunciadas oficialmente às empresas no início deste mês.

Por Matheus Camargo

Fonte: Estadão





CONTINUE NAVEGANDO: