Gerenciamento de projeto ganha destaque no setor industrial por possibilitar estratégias articuladas e contribuir para o sucesso da empresa



São Paulo, SP 20/7/2021 – Quanto mais planejado e estruturado o projeto, menos tempo você perde com os contratempos e com as variações que surgem na execução

A gestão de projetos é a aplicação de conhecimentos, técnicas e habilidades na elaboração de atividades para atingir determinados objetivos, segundo especialista



A gestão de projetos é fundamental para reduzir os riscos de fracasso, otimizar os custos e controlar todas as etapas envolvidas, bem como garantir a qualidade dos resultados, atendendo aos prazos definidos e garantindo a eficiência do projeto, segundo o Project Management Institute – PMI, entidade que propaga práticas de gerenciamento. De acordo com a entidade, desde 2013 houve uma queda de 27% no volume de recursos que as empresas desperdiçam devido ao baixo desempenho em projetos. Apesar da boa notícia, as organizações ainda perdem quase 10% de cada dólar investido por conta da má gerência de projetos. Por outro lado, as empresas campeãs no quesito têm taxas de sucesso de até 92% em seus projetos.

Um projeto é definido por tudo que tem um início, um meio e um fim, ou seja, o planejamento de todas as possibilidades, etapas e execuções estruturados para implementação de algo ou o alcance de resultados eficientes, informa Wislainy Gabriele Paiva, com graduação em Engenharia Mecânica e com MBA Gerenciamento de Projetos.



“Costumo dizer que a metodologia de gerenciamento de projetos está difundida em mim e em todos os meus processos. Podemos utilizá-la em todos os momentos da nossa vida tanto no planejamento diário, semanal, mensal, até mesmo no planejamento e execução de uma viagem, de uma reforma ou de um grande evento como um casamento”, declara Wislainy.

Leia também:  O consumo e o varejo na sociedade 5.0 é tema do Latam Retail Show 2021

Na indústria automotiva, como em qualquer área, a engenheira mecânica diz que é possível através da metodologia dos processos de gerenciamento de projetos definir quais são os projetos mais lucrativos, rentáveis e com tempo de retorno atrativo. Através desta análise se define a gestão de investimentos e o plano de empresas. Ela também afirma que com as análises é possível auxiliar a encontrar os melhores caminhos, a estratégia adequada para a tomada de decisão da empresa e os ajustes dos próximos passos.

“É totalmente eficaz! Participei no setor automotivo desde projetos de melhoria contínua e projetos de automação de linhas produtivas a projetos de lançamento de novos veículos, dos fabricantes Ford e Volkswagen. No setor farmacêutico, em projetos de implementação de novas tecnologias produtivas, de novos processos produtivos e automatizados e, também, de projetos de retrofitting, de eficiência energética e relacionados à área de utilidades”, alega Paiva.

Segundo o Project Management Body Of Knowledge – PMBOK da PMI, ao se gerir projetos são definidas quatro etapas principais para realizá-los: (1) início, (2) organização e preparação, (3) execução do trabalho previsto e (4) finalização. O planejamento é a fase mais intensa dos projetos, exigindo atenção máxima aos detalhes. Dos 47 processos do PMBOK, 24 são dedicados ao planejamento, abrangendo uma série de padrões, critérios e objetivos.

Conforme a especialista, a metodologia do gerenciamento de projeto pode ser aplicada a qualquer área industrial. Ela diz que a base da formação em engenheira mecânica contribuiu positivamente para os resultados. E que essa base técnica da engenharia permite esgotar todas as variações (técnicas) necessárias em um projeto e promover uma visão do macro, compreendendo o todo. 

“O gerenciamento de projetos funciona perfeitamente se for aplicado seguindo toda a metodologia. O grande segredo em tudo isso é concentrar a maior parte dos recursos e do tempo planejado em uma perfeita execução em todas as etapas, possibilidades, alternativas, variações possíveis e, acima de tudo, planejando dos riscos do projeto. Muitas pessoas concentram seus esforços apenas na execução, o que contribui para a ineficiência. Quanto mais planejado e estruturado o projeto, menos tempo você perde com os contratempos e com as variações que surgem na execução, pois quando acontecerem você já terá seu plano definido com as atividades e ações necessárias para serem tomadas. Um engenheiro pode ser o que ele quiser desde que busque as especializações necessárias e sempre entregue o seu melhor”, conclui Wislainy Paiva.

Leia também:  Plano safra amplia financiamento de energia renovável para a agropecuária

Gerenciamento de projeto ganha destaque no setor industrial por possibilitar estratégias articuladas e contribuir para o sucesso da empresa

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *