Safra de Grãos deve chegar a 262,13 milhões de toneladas



Mato Grosso 29/6/2021 – As estimativas preliminares para o trigo indicam uma área plantada de 2,5 milhões de hectares e uma produção de 6,94 milhões de toneladas.

O volume total a ser colhido ainda é superior à safra passada, apesar da queda de 9,57 milhões de toneladas comparada à estimativa do mês anterior.



De acordo com o Boletim do 9º Levantamento da Safra de Grãos divulgado na quinta-feira, 10 de junho de 2021, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), empresa pública com sede em Brasília vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a safra de grãos deverá atingir 262,13 milhões de toneladas no período 2020/2021.

Segundo Carlos César Floriano, CEO do Grupo VMX Agropecuária, “as condições climáticas adversas registradas durante o cultivo da segunda safra afetaram as estimativas de produtividade nas lavouras”, explica.



Apesar da redução de 9,57 milhões de toneladas quando confrontada à estimativa do mês de abril, o volume total a ser colhido ainda é superior à safra passada conforme as análises do relatório sobre o Levantamento da Safra de Grãos.

O milho deve apresentar uma redução na produtividade impactada pela baixa ocorrência de chuvas entre os meses de abril e maio. Com isso, a estimativa é que a produção total do cereal chegue a 96,4 milhões de toneladas, sendo 24,7 milhões de toneladas na primeira safra, 69,9 milhões na segunda e 1,7 milhão na terceira, uma redução de 6% sobre a produção de 2019/2020.

Ainda segundo informações da Conab, a queda já esperada se deve, sobretudo, ao retardamento da colheita da soja e, em consequência, o plantio de uma grande parte da área do milho da segunda safra fora da janela indicada.

Leia também:  Pesquisadores e setor sucroenergético discutem produção de hidrogênio verde a partir do etanol

A produção de soja é um novo recorde, estimada em 135,86 milhões de toneladas, ou seja, 8,8% superior à produção da safra 2019/2020, o que representa um acréscimo de 11 milhões de toneladas.

Para o feijão, conforme os cálculos da Conab, espera que a colheita se mantenha próxima a 3 milhões de toneladas. O arroz tem produção estimada em 11,6 milhões de toneladas, um aumento de 4% frente ao volume produzido na safra anterior.

No caso das culturas de inverno, o plantio foi iniciado em abril e intensificado em maio. Conforme Carlos César Floriano “as estimativas preliminares para o trigo indicam uma área plantada de 2,5 milhões de hectares e uma produção de 6,94 milhões de toneladas”, esclarece.

Boletim sobre o Levantamento da Safra de Grãos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realiza o acompanhamento constante da safra de grãos, monitorando as condições de desenvolvimento das principais culturas do país, abrangendo os seguintes produtos: algodão, amendoim, arroz, aveia, canola, centeio, cevada, feijão, girassol, mamona, milho, soja, sorgo, trigo e triticale (grão produzido como fruto do cruzamento entre o trigo e o centeio).

A partir deste levantamento, a Conab produz, mensalmente, o Boletim de Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos e o Boletim de Monitoramento Agrícola, que fornecem informações e conhecimentos relevantes aos agentes envolvidos nos desafios da agricultura, da segurança alimentar e nutricionais e do abastecimento do país.

As publicações auxiliam a compreender os resultados da safra e têm como objetivo produzir subsídios para o monitoramento e a formulação das políticas agrícola e de abastecimento. Suas informações também auxiliam a tomada de decisão dos produtores rurais.

Para Carlos César Floriano, “tal esforço configura como parte da estratégia de qualificação das estatísticas agropecuárias, do processo de transparência e da redução das diferenças nas informações”, explica.

Leia também:  Representatividade traz diferenciais a empresas em negociações

 

Safra de Grãos deve chegar a 262,13 milhões de toneladas

Website: http://vmxagro.com.br/

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *