Diversidade e Conexões Reais: Blued une representação e ação social no Mês do Orgulho



São Paulo 25/6/2021 – Iniciativas reforçam a importância de as pessoas se relacionarem livremente

Aplicativo de relacionamento gay apoiará ONG Casinha Acolhida, do Rio de Janeiro, a partir da campanha “Compartilhamento do Bem” em ações de influencers nas redes sociais



Para comemorar o mês mais importante do ano para a comunidade LGBTQIA+, o Blued, comunidade gay com mais de 60 milhões de usuários no mundo, mostrou sua pluralidade e mudou a cor azulada de seu logotipo, dando lugar às cores do arco-íris. Outras funções do aplicativo também ganharam destaques coloridos neste mês. Tudo isso para lançar a Campanha “Diversidade E Conexões Reais”, com o objetivo de reforçar a importância de as pessoas se relacionarem livremente. Com essa premissa e o desejo da empresa de realizar uma ação social voltada ao público LGBTQIA+, fortemente impactado pela pandemia, a base da Campanha do Mês do Orgulho de Blued é a parceria com a ONG Casinha Acolhida, entidade carioca que há quatro anos oferece suporte a pessoas expostas a situações de vulnerabilidade e violação de direitos.

A parceria firmada entre Blued e Casinha traz duas importantes ações, que serão veiculadas neste mês.
1 – Histórias de Diversidade e Conexões Reais, que destaca a importância das pessoas reais, com fotos escolhidas pela ONG para falar sobre o amor livre, que é o principal objetivo do app.
A outra ação: 2 – Compartilhamento do Bem, tem foco no social, pois cada hashtag #OrgulhoBlued compartilhada pelas redes Blued, R$ 1,00 será doado à ONG.



Para Baoli Ma, fundador, presidente e CEO da BlueCity, empresa controladora do Blued, a campanha representa o foco principal do aplicativo em conectar pessoas reais. “Como uma comunidade líder global LGBTQIA+ on-line, Blued acredita que o orgulho vai além deste mês tão importante, que representa valores a serem abraçados todos os dias. Embora a pandemia possa ter afetado encontros off-line, estamos colocando-os on-line, unindo nossa comunidade em uma celebração positiva de quem eles são. Somos todos aliados uns dos outros e encorajamos todos a viver o seu orgulho – e a si próprios – ao máximo”, ressalta.

Leia também:  Raymundo da Fonte inicia operações da nova fábrica em Itajubá

Histórias de Diversidade e Conexões Reais: cinco pessoas representando a comunidade LGBTQIA+ foram escolhidas pela Casinha, para participar de uma sessão de fotos, com produção de arte, maquiagem e figurinos da grife Retropy, de Rafael Gomes. O objetivo da sessão de fotos é para que as redes do Blued mostrem a verdadeira beleza e assim, ergam a bandeira do amor livre, sem pressões, preconceitos ou a “ditadura da beleza”, como diz Vitor Pimenta, um dos participantes. “Na maioria das vezes, o conteúdo não importa, apenas a aparência. Tive caras falando na minha cara, – “Você é lindo, eu gostei de você, que pena que você está gordo” -. São coisas que nos fazem odiar nosso corpo e não nos sentirmos merecedores de amor. É algo muito pesado”, afirma.

Diogo, drag queen que também participou da ação, acrescenta: “Como negro, gordo, gay, afeminado e drag queen, não consegui ver nenhum corpo representativo para mim e fiquei muito feliz por ser esse corpo que já tanto senti falta em aplicativos. Portanto, os outros que não se veem, que se encontram sozinhos na luta e na vida pela falta de representação, vão, por meio do Blued, compreender que, além de não estarem sozinhos, estão sendo representados”, reforça.

O diretor de programa da ONG Casinha Acolhida, Douglas Lacerda, fala sobre a experiência de escolher pessoas reais para participar da campanha. “Como gestor de um projeto LGBTQIA+, ter construído e engajado uma campanha de orgulho e poder falar sobre diferentes formas, corpos e peles, e envolver toda uma equipe em torno do carinho e da unidade, falando em empoderamento “por trás das câmeras” e na frente delas e dialoga com todo o trabalho feito por nós. Resumo toda essa experiência à inclusão”, afirma.

Leia também:  Venda de plano de saúde para MEI aumenta 70% em 2021

Compartilhamento do Bem: Com um olhar especial para o social, principalmente em tempos de crise, a ideia de comemorar o Mês do Orgulho em parceria com a ONG foi fundamental, pois em junho a comunidade LGBTQIA+ levanta a bandeira de não ao preconceito e sim à inclusão, respeito e aceitação. Assim, olhar para a comunidade que no dia a dia já enfrenta grandes batalhas faz toda a diferença para quem precisa de mais oportunidades e de pessoas que tenham essa sensibilidade com o próximo. O desejo de devolver boas ações para a sociedade já era prioridade para a empresa-mãe do Blued, a BlueCity, que foi fundada para debater questões LGBTQIA+ e se tornar um local onde as pessoas pudessem ser quem elas são.

A ação Compartilhamento do Bem será veiculada nas redes sociais do Blued, onde cada compartilhamento da hashtag reverterá R$ 1,00 a título de doação para a Casinha. Para ajudar a divulgar a ação, que compõe toda a Campanha de Pride do Blued, o aplicativo contará com o apoio de influenciadores do Instagram.
A campanha também contará com um programa especial no canal Tempero Drag, dirigido por Rita Von Hunty, que trata de questões sociais e políticas com humor, arte e sabedoria.

Para os amantes do cinema, haverá dois curtas-metragens com temática especial do Blued, produzidos pelo canal do YouTube Kinobox, que exibe filmes com temas LGBTQIA+ que abordam diversos assuntos da comunidade.

A Campanha do Orgulho de Blued começou no dia 14 de junho e vai até o dia 30 do mês.

Diversidade e Conexões Reais: Blued une representação e ação social no Mês do Orgulho

Website: https://www.facebook.com/bluedbrasil

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *