Pagamento do Novo Auxílio Emergencial 2021 – Nascidos em Novembro



Caixa libera o pagamento do Novo Auxílio Emergencial para nascidos em novembro.

Essa pandemia deixou muitos pais e mães de família desempregados. Sem renda e sem ocupação alguma que garantisse a sobrevivência de muitos, o Governo Federal resolveu beneficiar os brasileiros que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Como bem sabemos, existem critérios e a liberação de pagamento é de acordo com o mês de nascimento de cada pessoa.

Falando nisso, vem mais outra parcela do auxílio emergencial! Dessa vez, é para os beneficiários que nasceram no mês de novembro. Os valores variam de R$ 150 a R$ 375. Outro detalhe importante é que as pessoas que recebem bolsa família com o seu NIS (Número de Inscrição Social) de final 8, também já podem tomar posse do benefício. Mas fique atento que é só para os nascidos no mesmo mês, entendido? Você é uma dessas pessoas? Se sim, parabéns, é só aproveitar para colocar as contas em dia!



Como será o depósito do dinheiro? Ainda não sabe? Ele deverá ser depositado nas contas poupança chamada digitais, sendo possível ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Se ainda não tem ele em seu celular, é só baixar através do Play Store. Acesse, deixe fazer o download e instale imediatamente. Logo após, entre no sistema e inclua as informações que forem solicitadas como o CPF.

E depois que o dinheiro for depositado para os beneficiários do auxílio emergencial, qual o próximo passo? Como ter acesso ao recurso? É simples. Logo após 2 a 4 semanas que o dinheiro entrar no aplicativo Caixa Tem, você poderá efetuar o saque em dinheiro (espécie) ou até ser transferido para uma conta corrente de sua titularidade ou de terceiros.

Leia também:  Pesquisa revelou a maneira mais usada para o pagamento dos salários dos brasileiros


Atenção, informação importante! Fique ciente que o saque da sua 1ª parcela do auxílio emergencial foi antecipado em 15 dias. Sobre o calendário de retiradas, que antes estava datado de 4 de maio a 4 de junho, passou então para outras datas, períodos, ou seja, é válida para 30 de abril até 17 de maio. Aproveite e anote em seu caderninho para não esquecer, entendido?

Indo mais além, vamos agora para o somatório, ou seja, já se calcula que ao todo um quantitativo de 45,6 milhões de brasileiros já serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. Um número gigantesco, concorda? Vale a pena aguardar a sua vez para aproveitar esse valor da melhor forma possível, investindo em despesas do lar para ajudar a família!

Ainda sobre o calendário de pagamentos, vale reforçar que o Governo Federal divulgou as informações de pagamentos e liberações bem no final do mês de março. No entanto, faz apenas 2 semanas que tudo foi atualizado no sistema e informado para a população brasileira. Se já chegou a sua vez de receber, ótimo, caso contrário, vamos esperar a próxima rodada.

Outro detalhe e destaque que vale deixar em evidencia é que o auxílio emergêncial será liberado apenas para as pessoas beneficiárias que recebiam o benefício no mês de dezembro de 2020. Aqui vale de novo reforçar a ideia de que é primordial continuar cumprindo os requisitos que dão direito à nova rodada do benefício que ele não é para todos, mas sim, para os mais vulneráveis!

Para as pessoas que estão dentro do critério, apesar de ter uma necessidade imediata, só resta ter paciência para aguardar a liberação do benefício. Infelizmente, o Governo Federal não tem como liberar todos de uma vez só! Ele tem uma programação e precisa cumprir dentro dos prazos acordados.

Leia também:  Exclusão de Empresas com Débitos do Simples Nacional

E você, o seu benefício já foi liberado ou ainda não chegou o seu mês de nascimento para ter acesso a nova rodada do auxílio emergencial? Compartilhe conosco! Deixe seu comentário, pois ele é muito importante para nós.

Pagamento do Novo Auxílio Emergencial 2021 - Nascidos em Novembro

Adriana Pinto da Silva

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *