ANP no Posto – Aplicativo para Acompanhar Preços de Combustíveis



Aplicativo para Android e iOS está em fase de testes no estado de Goiás.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, também conhecida como ANP, está lançando um aplicativo para que os clientes de postos de combustíveis consigam acompanhar os preços de produtos tais como etanol, gás natural veicular – GNV, gasolina e diesel, pela tela do celular. O nome escolhido para o aplicativo é ANP no Posto.

A partir de quando o aplicativo está disponível?

A ferramenta já está à disposição desde o dia 1 º de janeiro de 2020, de forma gratuita, para equipamentos tanto do modelo IOS, quanto do Android e podem ser baixados pelo App Store ou Play Store.



Quais as funcionalidades da ferramenta?

O sistema permite que os clientes consigam ter acesso as informações de postos de combustíveis mais próximos do local que está, bem como a dados sobre a qualidade dos produtos que estão a disposição.

Quem pode acessar?

De início o aplicativo está na forma de experiência e, no momento, funciona somente no estado de Goiás. Mas, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP informa que os dados da ferramenta terão atualização semanal e a partir do dia 20 de janeiro de 2020, diariamente serão feitas as revisões das informações.



O sistema chegará em todo o Brasil?

A ANP acredita que todos os estados brasileiros terão acesso a ferramenta, mas de forma gradativa, já que ela foi desenvolvida com esta intenção. A ideia da ANP é que com este aplicativo tanto a qualidade quanto os preços fiquem mais transparentes, fazendo com que o cliente consiga ter um poder maior de escolher na hora de abastecer o seu veículo.

Nos dias de hoje como consigo acessar os preços?

Atualmente, pelo site da ANP já se consegue visualizar o levantamento de preços realizado pela Agência. Lá também é possível acessar as informações por semana e mês, tanto por município quanto por estado.

O que precisamos saber sobre os preços dos combustíveis?

De qualquer forma, a ANP reforça que os preços praticados pelas revendedoras de combustíveis são, por lei, livres, em todas as suas etapas. Quando a Agência recebe qualquer denúncia seja por indício de cartel ou de preços abusivos, ela realiza alguns estudos em conjunto com algumas ações com o objetivo de checar se estas informações são verídicas ou não. Caso a denúncia seja verdadeira, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE é informado pela ANP, com a meta de que o caso seja investigado e punido, com a abertura de um processo. Mas, caso seja constados preços abusivos a Agência entra em contato com os Procons de cada estado para que as empresas infratoras sejam punidas.

Desde o ano de 2002 está em vigor no Brasil um regime que dá a liberdade da prática dos preços em todas as áreas de derivados de petróleo e combustíveis, não utilizando qualquer tipo de tabela e nem tampouco fixação de valores, tanto mínimos, quanto máximos ou até mesmo pedido de autorização prévia de forma oficial para realizar os ajustes dos preços dos combustíveis.

Há também o chamado Infopreço que apresenta, de forma espontânea, os valores praticados pelos postos revendedores de produtos tais como GNV, gasolina, etanol e até diesel. As informações ficam em um formato excel, no site da ANP, e atualizados todos os dias, informando o valor mais recente de cada posto de combustível que participa. La você ainda consegue fazer um filtro mais preciso tanto por estado, cidade, produto ou CNPJ da empresa revendedora.

O papel da ANP

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP tem como principal foco zelar pelos interesses dos clientes tanto no que se refere à qualidade quanto preços dos derivados de petróleo e combustíveis de automóveis.

Kika Akita

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *