Dieese: inflação em SP dobrou em Outubro



Segundo a pesquisa de preços feita pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, Dieese, inflação dispara na cidade de São Paulo. O resultado para o mês de outubro do Índice do Custo de Vida do Dieese ficou em 0,81 por cento quase o dobro dos 0,41 por cento registrados em setembro.

Novamente os produtos da área de alimentação puxaram os preços para cima. Estes produtos apresentaram uma alta de preços de 1,95% e somente eles tiveram um impacto de 0,59 por cento no valor final do custo de vida medido pelo Dieese.



Segundo a pesquisa, o grupo dos alimentos tiveram uma alta generalizada, em todos os sub-setores, tanto nos alimentos in natura e semi-elaborados com uma expressiva alta de 2,25%, como naqueles industrializados com uma subida de preços de 2,05%. Isso impactou também a alta de preços para comer fora de casa que apresentou uma alta de 1,15%.

Dentro o grupo os alimentos com maiores elevações foram os grãos (como arroz e feijão) que subiram em média 7,85%. Também as Raízes e Tubérculos (como a batata inglesa) subiram expressivamente cerca de 3,82%.



A inflação para os últimos doze meses de acordo com o indicador do Dieese está em 6,43%. O número é bem mais alto do que a meta do Conselho Monetário Nacional para o índice de inflação medido pelo IBGE, o IPCA, no país, que é de 4,50%. Além dos alimentos, os produtos e serviços no setor de habitação, registraram expressiva alta no período chegando patamar de 0,65% de variação positiva, seguidos de itens de saúde, com 0,45%.

Por Matheus Camargo

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *