Dedução de Investimentos no PAC pode chegar a R$ 45 bilhões em 2012





Guido Mantega, ministro da Fazenda, disse nessa terça-feira, dia 6 de novembro, que as contas do Governo farão parcialmente a dedução dos investimentos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para se aproximar da meta de superávit fiscal de 2012. A ideia seria deduzir parcialmente os gastos com o PAC para fazer as contas do Governo atingirem a meta de superávit de 2012, que é de R$ 139,8 bilhões.

Segundo ele, o Ministério da Fazenda tem autorização da Presidência da República para deduzir até R$ 45 bilhões em investimento para cumprir a meta do superávit. A situação das contas do Governo para cumprir a meta de economizar cerca de 3,1% do PIB em 2012 ficou prejudicada pela redução de receita com impostos esse ano. Os principais motivos para a redução de receitas desse ano são o fraco desempenho da economia (que deve crescer por volta de 1,5%) e o grande montante de desonerações fiscais anunciadas pelo Governo no início do ano como medida para enfrentar a crise econômica mundial.




Mantega disse ainda que não pretendia utilizar todo o dinheiro autorizado para fazer a dedução com investimentos, porém, a situação de arrecadação do Governo deve obrigar a realizar essa medida. Mantega lembrou ainda que o Governo Federal perdeu em arrecadação esse ano o valor de R$ 45 bilhões.

Fonte: O Estado de São Paulo


Por Matheus Camargo



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *