O pagamento do abono salarial do ano base de 2015 será realizado até o dia 30 de junho.

Se você é trabalhador e tem direito a receber o abono salarial referente ao PIS, Programa de Integração Social, ou se você possui direito para receber o abono salarial referente ao Pasep, que é o Patrimônio do Servidor Público, e ainda não sacou o seu saldo referente ao ano base de 2015, não espere mais, pois a data limite para realizar o saque é o dia 30 do mês de junho.

O valor que o trabalhador irá sacar depende do tempo em que desempenhou atividades trabalhistas com carteira assinada no ano de 2015. Dessa forma os valores podem partir de R$ 78 chegando a R$ 937, para quem trabalhou o ano todo.

De acordo com o Ministério do Trabalho, a recomendação é de que os trabalhadores compareçam às agências bancárias dentro do período determinado, pois passado o dia 30 do mês de junho, todo o saldo restante destinado ao pagamento de PIS e Pasep será transferido para o FAT, Fundo de Amparo ao Trabalhador, para que assim seja utilizado no pagamento de outros benefícios que os trabalhadores possuem.

Ainda de acordo com o Ministério do Trabalho até a data de 31 do mês de maio o equivalente a 7,56% dos trabalhadores que possuem o direito ao abono ainda não haviam realizado o saque.

Para quem ainda possui dúvidas em relação ao benefício, o abono do PIS/Pasep é para pessoas que trabalharam no ano de 2015 por um período igual ou maior que 30 dias, com carteira de trabalho registrada, com inscrição em um dos programas e que tenham tido como salário mensal valor inferior a dois salários mínimos vigente.

Se alguém ainda tem dúvida se possui ou não o direito, ainda há tempo para saber. Basta acessar verificasd.mtb.gov.br/abono, informando o número do CPF ou da inscrição no programa do PIS/Pasep.

A central de atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.

O benefício tem validade tanto para trabalhadores da rede privada, quanto para servidores públicos. Para receber o seu saldo procure uma agência da Caixa ou do Banco do Brasil, levando o cartão cidadão e um documento de identificação.

Por Sirlene Montes

Pis 2015


Confira aqui algumas dicas do que fazer quando a empresa atrasa o pagamento do salário.

O atraso do salário é uma das maiores preocupações de muitos trabalhadores. Grande parte dos empregados depende totalmente de seus rendimentos e quando não o recebem na data planejada acabam sendo lesados, não conseguindo pagar suas contas e nem se manter enquanto o dinheiro não aparecer. Perante a lei, o empregado tem direito a receber seu ordenado até o quinto dia útil de cada mês, porém, cada empresa possui uma data limite estipulada no momento da contratação. Quando o prazo não é respeitado, o empregado pode questionar a justificativa pelo atraso, principalmente no caso de instituições particulares, em que é mais viável chegar até o seu superior ou chefe. Quando se trata de instituições públicas, as complicações são maiores, pois em alguns casos o dinheiro é repassado por esferas do governo que não atendem as inquietações do funcionário.

Para ambos os casos, a justiça é a opção quando a conversa e acordos não forem o suficiente para a resolução do problema, lembrando que atualmente o atraso de apenas um mês de salário já justifica a procura por recurso judicial, diferente de antigamente, em que a procura pelos direitos só poderia ser feita após três meses de atraso do salário. Pois bem, mesmo conversando com chefe ou buscando ajuda na legislação, as contas estão apertando e falta dinheiro até para comprar alimento. A principal opção até que as pendências sejam resolvidas é priorizar quais são os gastos que não podem ser adiados, preocupe-se com a alimentação e saúde primeiramente, para dívidas no comércio e de terceiros é possível a tentativa de renegociação, esclareça sua situação e tente reagendar a dívida, nem que isso custe um valor extra por respeito a espera do credor.

Quando todas as tentativas de ajuste de quitação não funcionarem e não for possível renegociar ou atrasar por um período maior as dívidas, além de não haver mais fontes de renda, a ajuda a recorrer são os empréstimos bancários. Os empréstimos bancários são a opção para os devedores não terem seus nomes colocados em cadastros como do SPC e SERASA. Existem vários tipos de empréstimos específicos para cada caso e necessidade. Os mais recorridos pela população são o empréstimo consignado e o empréstimo do cheque especial.

O crédito consignado pode ser feito por pessoas físicas que são servidores, funcionários, pensionistas ou aposentados que possuem vínculo com entidades públicas ou do governo. Neste caso o valor emprestado é parcelado e debitado direto da folha de pagamento do devedor, conforme o acordo feito com o banco ou empresa credora. Já o empréstimo do cheque especial também podem ser utilizado por pessoas físicas que abram e possuam determinados tipos de conta em banco. Nesta situação, o banco libera um valor limitado além do que o indivíduo possui depositado em sua conta e este valor extra que for gasto será cobrado com juros automaticamente da conta no mês seguinte. Existem riscos com juros abusivos em ambos os tipos de empréstimos, que devem serem feitos somente em situações de extrema necessidade, para evitar novas dívidas futuras.

Em todo caso, o planejamento das contas de acordo com a renda disponível e a elaboração de uma reserva financeira sempre que possível é fundamental para evitar turbulências para o bolso do funcionário.

Fabiana da Rosa


Foi iniciado o pagamento do abono salarial para os nascidos no mês de agosto. Este é o 2 lote do benefício liberado. O pagamento a todos os que têm direito será feito até março de 2016

A agenda de pagamentos do abono salarial deste ano sofreu um atraso, consequência da crise econômica que o Brasil vem enfrentando. O abono é um benefício de um salário mínimo, pago a todos os trabalhadores que receberam até dois salários mínimos no ano passado e trabalharam pelo menos 30 dias ininterruptos durante o ano. Agora, os nascidos no mês de agosto já podem retirar o seu benefício. Este é o segundo lote de benefícios liberado. O Governo começou a pagar os lotes no mês passado.

Desde quinta-feira (dia 20), os trabalhadores nascidos em agosto e que não são correntistas da Caixa, podem se dirigir a uma agência do banco para sacar o seu benefício. É preciso levar um documento com foto. Ainda é possível sacar o abono em um dos caixas eletrônicos ou lotéricas, utilizando o seu cartão cidadão. Os correntistas da Caixa já tiveram seus benefícios liberados desde a última terça-feira (dia 18), o crédito de seus abonos é depositado diretamente na sua conta corrente. Os servidores públicos também recebem o abono diretamente em suas contas, se tiverem conta corrente no Banco do Brasil. Quem não tiver conta no BB pode sacar o benefício em uma de suas agências. O calendário é o mesmo para os não correntistas da Caixa.

O valor do benefício é equivalente a um salário mínimo, atualmente fixado no valor de R$ 788. É importante que os trabalhadores nascidos no segundo semestre do ano estejam atentos à liberação dos lotes. Segue a agenda dos próximos lotes:

– Nascidos em julho:

Não correntistas da Caixa/BB: Já liberado – a partir do dia 22/07/2015.

Correntistas da Caixa: Já liberado – a partir do dia 14/07/2015.

– Nascidos em agosto:

Não correntistas da Caixa/BB: Já liberado – a partir do dia 20/08/2015.

Correntistas da Caixa: Já liberado – a partir do dia 18/08/2015.

– Nascidos em setembro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 17/09/2015.

Correntistas da Caixa: A partir de 15/09/2015.

– Nascidos em outubro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 15/10/2015.

Correntistas da Caixa: A partir de 14/10/2015.

– Nascidos em novembro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 19/11/2015.

Correntistas da Caixa: A partir de 17/11/2015.

– Nascidos em dezembro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 17/12/2015.

Correntistas da Caixa: A partir de 15/12/2015.

– Nascidos em janeiro e fevereiro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 14/01/2016.

Correntistas da Caixa: A partir de 12/01/2016.

– Nascidos em março e abril:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 16/02/2016.

Correntistas da Caixa: A partir de 11/02/2016.

– Nascidos em maio e junho:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 17/03/2016.

Correntistas da Caixa: A partir de 15/03/2016.

Uma das críticas ao calendário deste ano é que boa parte dos trabalhadores só irá receber o benefício no próximo ano, o que pode prejudicar alguns trabalhadores, que poderiam já estar contando com o crédito. No ano passado o benefício foi pago em quatro datas entre os meses de julho e outubro. Este ano o abono será pago em mais parcelas, são nove ao total.

Por Patrícia Generoso

Abono salarial


Neste último dia 15 de julho de 2014 o Ministério do Trabalho e Emprego começou a efetuar os pagamentos do abono salarial referente ao exercício 2014/2015. De acordo com as informações divulgadas a expectativa é de que 23 milhões de trabalhadores venham a ter o direito ao benefício. O montante que deverá ser pago no processo será cerca de R$ 17 bilhões.

Conforme informações da pasta responsável pela atual gestão a antecipação do pagamento do abono foi feita pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Anteriormente aqueles que tinham direito só poderiam começar a sacar os pagamentos a partir do mês de agosto.

Outra alteração feita neste ano foi em relação ao calendário. Neste caso os trabalhadores que recebem o benefício por meio de uma conta corrente terão os valores depositados conforme o mês de aniversário, contando, claro, a partir do dia 15 de julho de 2014.

Quem pode receber esses benefícios:

De acordo com as informações do Ministério os trabalhadores que tiverem os dados inclusos na Relação Anual de Informações (Rais) podem receber o benefício desde que atendam aos seguintes critérios: ter recebido no máximo até dois salários mínimos de remuneração mensal durante o período de exercício do trabalho, contar com cadastro no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e também ter trabalhado com carteira assinada ou ter sido nomeado efetivamente em cargo público pelo período mínimo de 30 dias no ano-base dos empregadores que contribuem para o PIS/Pasep. Lembrando que neste caso é valido para os empregadores que são cadastrados no CNPJ.

O abono pago é no valor de um salário mínimo.

Quem possui sua inscrição no PIS deve receber seu benefício nas agências da Caixa Econômica Federal. Já os inscritos no Pasep recebem em agências do Banco do Brasil. Sempre respeitando o calendário de pagamento.

Os trabalhadores inscritos precisam apresentar um documento de identificação bem como o número do PIS ou Pasep. O prazo de pagamento dos benefícios seguirá até o dia 30 de junho de 2015.

Por Denisson Soares


O Banco Central do Brasil divulgou uma pesquisa que aponta qual a forma mais comum em relação como os brasileiros recebem seus salários. Segundo  o levantamento a quantidade de profissionais que recebem seus pagamentos em dinheiro chegou a cair, mas ainda continua a ser a forma mais comum de pagamento

No ano de 2010 quem recebia seus salários em dinheiro era uma fatia de 55% dos brasileiros. Em 2013, quem recebe em espécie são 51%. A pesquisa feita pelo BC entrevistou mais de mil pessoas em todas as capitais do país e também no Distrito Federal.

Indo um pouco mais a fundo a pesquisa mostra também que dentre os que recebem seus pagamentos por meio do depósito em conta, 29% optam por sacar nos caixas eletrônicos. Já para guardar o dinheiro os brasileiros ainda continuam com a carteira: em 2010 era 61% e em 2013, 57%.

Outra informação interessante é a quantidade de dinheiro que o brasileiro, em seu dia a dia, costuma carregar no bolso. A pesquisa mostra que, em média R$ 54,65. Quase metade das pessoas entrevistadas afirmou que carrega diariamente entre R$ 50 e R$ 100.

Em relação às notas que não se encontram em tão bom estado também houve uma redução entre aqueles que as usam normalmente. Para quem recebe uma nota nessa situação, dentre os entrevistados, 35% disseram que pedem a substituição da mesma para quem a está repassando, 6% optam por trocá-las no banco e 3% as depositam em uma instituição financeira.

Como podemos perceber a pesquisa foi bem mais abrangente do que a forma como o brasileiro costuma receber seu salário.

Outra informação interessante levantada pelo BC é que no momento de realizar um pagamento as notas que mais fazem falta para a população são as de R$ 2, R$ 5 e R$ 10. Já quem recebe moedas costuma colocá-las em circulação. A pesquisa mostrou de que cada 10 recebidas cerca de 6 serão usadas no dia a dia.

Por Denisson Soares


O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2014 é entregue na própria residência dos habitantes da cidade de São Paulo, com serviço realizado por conta dos Correios. Interessante notar que pessoas que decidem pagar de forma parcelada não possuem desconto, mas recebem cada notificação da mensalidade na porta de casa. Quem deseja modificar os dias de vencimento precisa escolher a data ideal ao fazer o cadastramento no site oficial da Prefeitura.

A lei 15.044/2009 traz informações das atualizações aplicadas ao valor por metro quadrado que na soma em geral traz a quantia que deve ser paga no IPTU 2014, em São Paulo. Para que os valores somados fiquem próximos da realidade de mercado existem alíquotas distintas que levam em consideração também a função do imóvel. Por exemplo, há possibilidade de o terreno comercial ser mais caro do que o residencial, mesmo com os dois locais estabelecidos na mesma região.

A entrega das notificações acontece não apenas no endereço do imóvel como também em outros locais, desde que sejam assinalados por contribuintes que fazem o recadastramento do sistema disponível no site da Prefeitura e assinalam novo sobrescrito. Esse tipo de procedimento pode ajudar as pessoas que alugam terrenos e querem receber as parcelas do IPTU 2014 em mãos para não atrasar o pagamento.

Não se pode ignorar o fato de que contribuintes que não realizam o cadastro no site da Prefeitura para decidir qual a melhor data para realizar o pagamento possuem vencimento fixado de forma automática para o dia 9 de cada mês. Interessante notar que a data pode variar de acordo com os desejos dos contribuintes, independente do tipo ou da região na qual se estabelece o imóvel.

Também existem contribuintes que optam por receber as notificações em empreendimentos que são especialistas em administrar imóveis. Para casos do gênero, quando não existe o recadastramento, o primeiro dia de vencimento acontece em 20/03/2014.

Por Renato Duarte Plantier


Com o grande capital de giro presente atualmente no Brasil, não é surpresa que haveria um aumento nos IPVA's do país.

Podemos destacar que, dentre os 10 lugares com o IPVA mais caro do país, claro que São Paulo estaria no meio, já que, a cidade é sempre castigada com os grandes valores em seus impostos, não só por ser uma das capitais do país, mas por ser a cidade onde se tem o maior giro de capital da América Latina, por exemplo.

Nessa cidade, o maior IPVA terá o valor de R$ 101 mil, que será do carro esportivo, Ferrari F12berlinetta, logo atrás, temos o Estado do Rio de Janeiro, ao lado de Minas Gerais, que há uma pequena redução de preço para o IPVA do mesmo esportivo, que será de R$ 100 mil. O mesmo carro no Estado do Rio Grande do Sul terá o IPVA no valor de R$ 87 mil. Na Bahia, vemos redução de 5% no valor do IPVA, mas ainda assim, o preço do IPVA da moto Honda Gold Wing é de R$ 81 mil.  

No Mato Grosso, o IPVA mais caro será de R$ 32 mil para o Lamborghini que vale um pouco mais de um milhão de reais. No Paraná também haverá uma redução nos valores de 5,6% para os carros, onde é possível ver o valor do seu IPVA no site da Secretaria da Fazenda e consultar a tabela FIPE tendo o documento do carro em mãos.

No Espírito Santo não houve um aumento nem uma redução como aconteceu nos outros Estados, o preço está estável sendo o mesmo que no ano passado. Só é possível ver os preços a partir de uma consulta também. Em Santa Catarina irá ocorrer uma redução de 3,8%, juntamente com o Distrito Federal, que terá uma redução de 4,5%, já que, na visão dos especialistas, diminuir o IPVA pode beneficiar a frota atual.  

Por Mariana Caetano

IPVA 2014

Foto: Divulgação


A empresa de cosméticos Avon anunciou no dia 1º de outubro, que irá cortar a remuneração de dividendos em quase 74 %. A motivação da medida tem haver com os maus resultados da empresa no último período.

A Avon divulgou que recebeu um lucro líquido de 31,6 milhões de dólares no terceiro trimestre de dois mil e doze. O resultado apresenta uma queda na lucratividade da empresa em relação ao segundo trimestre do ano.

De acordo com declarações da empresa, o problema no terceiro trimestre foi o aumento de custos em produtos e prejuízos financeiros, com taxas de câmbio desfavoráveis. Como a medida o pagamento dividendos das ações da Avon sai de 0,23 dólar por ação e vai para anteriores 0,06 dólares por ação.

Com o corte de dividendos a empresa pretende se capitalizar para fazer novos investimentos e superar a queda na sua lucratividade nos próximos trimestres.

Na apresentação dos balanços financeiros da empresa, a Avon demonstrou ainda uma ampliação de suas vendas no Brasil, seu principal mercado consumidor, as vendas apresentarão quedas acentuadas, especial, para os produtos da Avon na América do Norte. Lá suas vendas de produtos cosméticos caíram cerca de 8%.

Por Matheus Camargo


Receita paga o 3º lote de restituições do IRPF 2012

Nesta quarta-feira (15/08) a Receita Federal está pagando as restituições do 3º lote do IRPF 2012, e os lotes residuais de 2008 a 2011, no total de R$ 2,2 bilhões.

2.286.395 contribuintes receberão as restituições do exercício referente a 2012, totalizando R$ 2,13 bilhões, com correção da Taxa Selic de 3,06%. Desse total de contribuintes, 19.604 serão beneficiados pelo Estatuto do Idoso, portanto, terão a prioridade no depósito da restituição.

Para consultar o lote, os contribuintes podem acessar o site da Receita Federal, ou ligar para o Receitafone, no 146.

Segundo a Receita, o valor pago ficará disponível no banco por até um ano, porém, se o contribuinte não resgatar nesse período, deverá solicitá-lo pela intenet.


Pagamento do PIS/Pasep 2012-2013 começou hoje

Começou a ser pago nesta quarta-feira (15/08) o abono salarial referente ao exercício 2012/2013 aos participantes do PIS (Programa de Integração Social) e do Pasep (Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público).

O pagamento do abono do PIS (que corresponde a 1 salário mínimo) será feito aos nascidos no mês de julho. Já, para os inscritos no Pasep o pagamento será feito para quem tem inscrições com o final 0 e 1. O prazo para realizar o saque será até o dia 28 de junho de 2013.

De acordo com o Ministério do Trabalho, R$ 13,4 bilhões serão pagos para 21,4 milhões de trabalhadores.

Podem receber o benefício de 2012/2013 pessoas que trabalharam com vínculo empregatício por pelo menos 30 dias em 2011, e que receberam até dois salários mínimos. Também é necessário estar inscrito no PIS ou Pasep há cinco anos e ter sido informado corretamente pelo empregador junto a Rais 2011.

O saque do PIS pode ser realizado em qualquer agência da Caixa, e quem possuir o Cartão Cidadão com senha também pode fazê-lo em Lotéricas, postos do Caixa Aqui e Caixa de Autoatendimento. Já, os inscritos no Pasep podem sacar no Banco do Brasil.


INSS pagará atrasados e dará aumento a 491 mil segurados 

O INSS fechou um acordo ontem (1º/08) que visa dar aumento a 491 mil segurados que recebem benefício por incapacidade (como o auxílio-doença ou a aposentadoria por invalidez) ou por pensão originado entre 1999 e 2009.

O pagamento do reajuste será feito em janeiro e terá um impacto mensal de R$ 56 milhões nas contas da Previdência Social.

Além desse reajuste, o INSS irá pagar os atrasados para 2,296 milhões de segurados que receberam o benefício, mas tiveram o pagamento cancelado. Esses atrasados são referentes aos valores que não foram pagos nos últimos 5 anos, contados a partir de maio de 2012 (quando ocorreu a citação do instituto na ação que deu origem à revisão). Os pagamentos serão feitos até 2022. O INSS estima que com os atrasados, os gastos serão de R$ 7,7 bilhões.

Os segurados que têm direito ao reajuste ou aos atrasados receberão uma carta do INSS informando o valor e a data do pagamento, que será feito automaticamente.

A previsão é de que o acordo seja assinado pelo Ministério Público, o INSS e a AGU (Advocacia-Geral da União) no dia 10 de agosto, sendo protocolado na Justiça no dia 13 do mesmo mês.


Começou a ser feito hoje (24/07), o pagamento do abono salarial (PIS) aos trabalhadores assalariados, referente ao calendário 2012/2013. Aproximadamente 2,9 milhões de trabalhadores receberão o abono ou os rendimentos em seus contracheques e 27 milhões de empregados poderão sacar os rendimentos do PIS.

O benefício pode ser sacado em agências da Caixa, para o PIS, ou Banco do Brasil, para o Pasep. Basta apresentar um comprovante de inscrição no PIS/Pasep, o Cartão Cidadão, ou a carteira de identidade.

Quem possuir o Cartão Cidadão com senha, poderá sacar o dinheiro em caixas de autoatendimento da CEF, postos Caixa Aqui, ou casas lotéricas.

Os trabalhadores que possuírem conta no banco podem ficar tranquilos, pois o dinheiro referente ao benefício será creditado diretamente na conta corrente ou na poupança da Caixa. Porém, o trabalhador deve estar cadastrado como  único titular da conta.

Confira abaixo a nova tabela de pagamento do PIS: 

Para verificar mais informações sobre o abono salarial, acesse o site da Caixa Econômica Federal.


IRPF 2012: liberado o pagamento do 2º lote de restituições

A Receita Federal liberou o pagamento da restituição do 2º lote do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) de 2012, ano-base 2011. Serão pagos R$ 2,6 bilhões a 2,46 milhões de contribuintes.

As restituições são referentes ao 2º lote do IR de 2012 e aos lotes residuais de 2011, 2010, 2009 e 2008.

Segundo informações do governo, com a liberação do 2º lote do IR, será efetuado o pagamento de R$ 5,1 bilhões entre junho e julho. Este valor representa todas as restituições do IR de 2012 sem pendências, as de contribuintes que enviaram a declaração em março deste ano sem erros e omissões, e as dos contribuintes beneficiados pelo estatuto do idoso.

O valor que será pago neste segundo lote é o maior já visto pelo Fisco, superando o do mês passado em R$ 100 milhões, que havia sido recorde.

O contribuinte que quiser conferir se a sua declaração foi liberada, poderá acessar o site da Receita, no www.receita.fazenda.gov.br, ou ligar para o 146 (Receitafone).


No holerite dos trabalhadores com registro em carteira de trabalho há descontos em benefício do próprio assalariado, desde fatia destinada ao plano de saúde, vale transporte e vale refeição, até ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O último ponto, em especial, pode ser sacado quando existe demissão sem justa causa, bem como utilizado para abatimento de imóveis (a cada dois anos).

Nesta semana, o Supremo Tribunal Federal determinou que o governo não é responsável pelo custeio de encargos fiscais, comerciais e trabalhistas, sobretudo em relação ao FGTS, a trabalhadores terceirizados no caso de a empresa em que atuam não estarem em dia com seus tributos.

Essa disposição foi definida após ponderação de uma ação de constitucionalidade incitada por José Roberto Arruda, governador do Distrito Federal. No processo, de acordo com o portal R7, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) contestou a lei e responsabilizou a Administração Direta e Indireta no concernente aos débitos trabalhistas quando operar como contratante de algum serviço terceirizado especializado.

Apesar dessa decisão, será necessário analisar caso a caso, por meio de investigações, para atestar se a inadimplência tem por origem falta ou falha de fiscalização pelo órgão público contratador.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Nesta última quinta-feira, 26 de agosto, foi aprovada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalho (FAT) uma resolução que permite aos brasileiros receberem o benefício do seguro-desemprego diretamente em conta simplificada ou conta-poupança da Caixa Econômica Federal.

Rodolfo Torelly, diretor de Políticas Públicas de Emprego, ressaltou que, a medida, além de promover a inclusão bancária, fazendo com que os beneficiados não retirem o dinheiro de uma só vez, também traz maior segurança e comodidade aos mesmos. A Caixa Econômica conta hoje com sete milhões de contas simplificadas e quarenta milhões de contas-poupança.

O beneficiado também pode optar pelo depósito em conta-corrente, necessitando neste caso, fazer esta solicitação junto à Caixa, visto que o processo não é automático.

Por Elizabeth Preático

Fontes: Diário do Grande ABC, Gazeta Web


A Receita Federal está liberando a partir desta segunda-feira, 16 de agosto de 2010, o terceiro lote das restituições de imposto de renda do exercício 2010, calendário 2009, além dos lotes residuais referentes a 2009 (ano base 2008) e 2008 (ano base 2007), somando um total liberado de um bilhão e meio de reais.

Segundo a Receita, os contemplados neste lote serão os idosos que não possuem pendências em suas declarações. Além disso, também estará disponível a partir desta segunda-feira, a consulta ao lote residual de pessoa física de 2005, onde dos 544 contribuintes serão 257 com impostos a restituir, num total de R$ 588.432,75. Já 64 pessoas não precisarão pagar e nem terão valores a receber, enquanto 233 terão impostos a pagar.

A consulta pode ser feita através do endereço www.receita.fazenda.gov.br ou pelo telefone 146, do Receita Fone.

Por Elizabeth Preático

Fontes: Band, Correio da Bahia





CONTINUE NAVEGANDO: