Nesta segunda-feira, dia 10 de novembro de 2014, a Receita Federal liberou a consulta ao 6º lote de restituição do Imposto de Renda de 2014. Não somente para o ano corrente, foram liberadas as consultas de restituições de 2008 a 2013. Esse lote devolverá mais de 2,3 bilhões de reais para cerca de 2,14 milhões de contribuintes. Vale lembrar que ainda será liberado o 7º lote neste ano e os créditos desse 6º lote começarão a ser realizados uma semana após a publicação dos valores, no dia 17 de novembro deste ano de 2014.

Para consultar a restituição, o usuário pode ligar para o Receitafone através do número 146, consultar a página na internet da Receita Federal ou utilizar aplicativos em smartphones ou tablets que executem os sistemas operacionais iOS ou Android.

Se houver algum problema com a restituição, como não constar o crédito na conta do contribuinte, mesmo que ele tenha a liberação, o usuário deve procurar alguma agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento do banco para resolver essas pendências.

Foram liberados os valores em Reais, a quantidade de contribuintes contemplados e a correção pela Selic, dos meses de maio a novembro do ano, dos seguintes anos:

2014: Contribuintes – 2.146.926, valor liberado – R$ 2.300.152.524,32, correção pela Selic: 6,37% (maio de 2014 a novembro de 2014);

2013: Contribuintes – 25.533, valor liberado – R$ 52.429280,70, correção pela Selic: 15,27% (maio de 2013 a novembro de 2014);

2012: Contribuintes – 7.625, valor liberado – R$ 19.914.665,63, correção pela Selic: 22,52% (maio de 2012 a novembro de 2014);

2011: Contribuintes – 4.104, valor liberado – R$ 18.978.367,00, correção pela Selic: 33,27% (maio de 2011 a novembro de 2014);

2010: Contribuintes – 2.416, valor liberado – R$ 5.600.862,17, correção pela Selic: 43,42% (maio de 2010 a novembro de 2014);

2009: Contribuintes – 791, valor liberado – R$ 1.558.777,50, correção pela Selic: 51,98% (maio de 2009 a novembro de 2014);

2008: Contribuintes – 67, valor liberado – R$ 365.522,68, correção pela Selic: 63,95% (maio de 2008 a novembro de 2014).

Por Rannier 

Restitui??o do Imposto de Renda

Foto: Divulgação


A Receita Federal liberou no dia 11 de junho de 2014 a consulta ao primeiro lote de restituições do Imposto de Renda 2014, referente ao ano calendário de 2013.

Segundo o calendário do fisco as restituições serão pagas aos contribuintes no dia 16 de junho de 2014.

A instituição tem a expectativa de que o volume liberado supere o recorde de R$ 2,7 bilhões do ano passado, podendo chegar a R$ 3 milhões. Neste ano o recebimento do primeiro lote acompanhará exatamente conforme os anos anteriores, sendo que nesse primeiro lote receberão prioritariamente os idosos com mais de 60 anos, os contribuintes com deficiência física ou mental ou moléstia grave, pensionistas e aposentados.

Nos demais lotes, o fisco pagará os demais contribuintes pela ordem de entrega da declaração de Imposto de Renda, desde que o documento tenha sido enviado com ausência de erros ou omissões. A partir do momento em que as consultas forem disponibilizadas, os contribuintes poderão visualizá-las através do portal eletrônico www.receita.fazenda.gov.br, ou pelo telefone 146 da Receita Federal digitando a opção 3, bem como via aplicativos disponíveis para os dispositivos móveis.

Apesar de não admitir oficialmente, o governo espera, de forma indireta, que os bilhões que cairão nas contas dos brasileiros nos próximos dias possam ajudar a aquecer a economia neste mês de Copa do Mundo. No entanto, a recomendação dada pelos economistas é no sentido de que as pessoas não devem se empolgar com o dinheiro da restituição, pois, atualmente as famílias brasileiras, de modo geral, encontram-se muito endividadas e a inflação alta diminui o poder de compra da população. Desse modo, o melhor que se tem a fazer será utilizar o dinheiro para realizar o pagamento de dívidas, haja vista que os juros estão muito altos e acima de tudo convém ainda poupar o restante.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: