Robson Andrade afirma que setor de indústrias de autopeças deve ser beneficiado pelo governo federal com abatimento de impostos. Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria, quer que o governo faça uma nova extensão de um ano no regime especial de tributos para o setor.

Segundo o presidente da CNI ,o programa de regime especial de tributos ajuda na atração de investimentos nas indústrias automobilísticas. Isso deve ser repassado também para as indústrias de autopeças, segundo Robson.

Se o governo não adotar essa medida o setor de autopeças pode migrar para outros países e o Brasil ficaria apenas com as montadoras de carros. Isso acarretaria uma perda de empregos no setor de autopeças, que é responsável por boa parte dos trabalhos das empresas automobilísticas no país.

As declarações de Robson Andrade foram feitas após a participação dele em reunião do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial. A reunião com os representantes do governo e dos industriais ocorreu em Brasília, nesta quinta-feira, dia 31 de outubro. Esta reunião foi convocado pelo governo federal para debater com os industriais os resultados e as perspectivas do plano “Brasil Maior”.

Por Matheus Camargo





CONTINUE NAVEGANDO: