O benefício do PIS já pode ser sacado pelos nascidos em novembro.

Está chegando o dia do pagamento do benefício do PIS para quem nasceu no mês de novembro. E muitas pessoas têm dúvidas de quem pode sacar e como proceder para conseguir retirar o valor disponível. Logo abaixo estarão todas as formas de verificar se tem algum valor a receber e quanto será o valor pago:

Quem tem direito de receber o PIS de novembro?

Tem direito a receber o benefício os trabalhadores que são escritos no PIS por pelo menos 5 anos, e que tenham trabalhado por pelo menos 30 dias seguidos no ano passado e que o valor recebido tenha sido de até dois salários mínimos e que tenham nascido no mês de novembro.

Como fazer a consulta e ver se tem direito ao PIS?

Existem 3 formas de consultar se tem direito a sacar o valor do PIS. O primeiro é acessar o site www.caixa.gov.br, lá o trabalhador tem acesso a todas as informações ao PIS e se ele possui algum valor a ser retirado.

A outra forma é ligando para a central de atendimento no seguinte telefone 0800 726 0207 e falar com algum atendente para saber se tem direito a receber o benefício.

Ou pode ir diretamente a alguma agência da Caixa e pedir informação no caixa, é preciso levar os documentos pessoais, principalmente o número do PIS.

Quem é o responsável por pagar o PIS?

Muitas pessoas têm dúvidas de quem é o responsável por fazer o pagamento do PIS todos os anos. O FAT (fundo de amparo ao trabalhador) é o responsável por pagar todos os anos esse benefício aos trabalhadores brasileiros que tem direito ao benefício.

Boa notícia para quem é correntista da Caixa Econômica

Quem tem conta na Caixa Econômica terá o valor do PIS creditado direto em sua conta a partir do dia 14/11. E poderá sacar o valor em alguma casa lotérica, o que torna o processo ainda mais fácil. Para receber o benefício na casa lotérica e preciso ter o cartão cidadão.

Qual será o valor pago no PIS?

O valor do PIS vai variar de R$ 79 a R$ 973 e para saber o valor exato é preciso fazer o cálculo correto. O cálculo é feito da seguinte forma, você vai dividir o salário mínimo por 12 e multiplicar pela quantidade de meses que trabalhou e assim chegar no valor exato que será recebido. Caso tenha alguma dúvida referente a essa conta, você pode ir diretamente em uma agência da Caixa Econômica e pedir que o atendente faça essa simulação para você. Porém, já podemos adiantar que o valor pago pelo PIS nunca será maior que um salário mínimo.

Veja o calendário do PIS

O calendário do PIS se baseia basicamente na data de nascimento do trabalhador, por esse motivo os pagamentos do abono serão feitos até o meio do ano de 2018, com base no ano de 2016.

Como ficará o pagamento do PIS futuramente no Brasil?

Essa preocupação já assombra muitos trabalhadores brasileiros há algum tempo, e a explicação para isso é a grande crise que vem acontecendo no Brasil e as diversas mudanças que vem acontecendo.

O que podemos esperar em relação a esse abono, é que ele tenha um futuro muito promissor e com segurança para os trabalhadores brasileiros. Pois os saldos das contas inativas do FGTS têm uma enorme possibilidade de serem anuais e se isso se tornar uma realidade, os dois benefícios, FGTS e PIS, podem ser pagos ao mesmo tempo, facilitando ainda mais a vida dos trabalhadores e tornando esse pagamento mais simples para a Caixa Econômica.

Agora é só fazer a consulta do PIS e ver se tem algum valor disponível para saque!

Por Cristiane Amaral

PIS


Site da Caixa Econômica informa o calendário para pedido e liberação do FGTS Inativo.

O governo anunciou no último dia 22 diversas medidas para que a economia interna pudesse ser estimulada. Com isso mais de 10 milhões de beneficiados poderão fazer o saque de todo o valor que se encontra bloqueado em suas contas do Fundo de Garantia, apenas as inativas. Sendo R$ 30 bilhões.

O presidente do Brasil, Temer, anunciou a projeto em um café no Palácio do Planalto. A ideia do governo é injetar cerca de R$ 30 bilhões na nossa economia. O beneficiário a partir de agora poderá realizar o saque de todo o valor das contas de FGTS inativas.

Muitas pessoas se dirigiram até uma agência bancária para saber como sacar tal saldo e encontraram o aviso de que o cronograma de saques e a liberação dos valores das contas inativas do Fundo de Garantia ainda não foram definidos. No entanto, no site da instituição financeira responsável pelo pagamento do benefício indica que o calendário do pedido e a liberação do dinheiro só acontecerão a partir do mês de fevereiro de 2017.

Até a criação desta medida, o trabalhador só podia sacar o saldo do Fundo de Garantia caso tivesse saído de um emprego por intermédio de um pedido de demissão passados três anos e não estar em um novo emprego formal. Este período não irá existir mais para os empregados que entrarem com pedido demissão até o dia 31 de dezembro do ano de 2015.

Agora, o mesmo pode retirar seu Fundo de Garantia mesmo que esteja trabalhando em um outro emprego de forma registrada. Lembrando que o contribuinte não tem o direito de retirar o Fundo de Garantia de uma conta ativa, que é aquela que tem um valor sendo depositado mensalmente pelo empregador. Os que entraram com pedido de demissão neste ano de 2016 não possuem tal direito.

Para conferir o saldo atual de seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço faça o download do aplicativo da Caixa no seu smartphone e confira, ou então através do site, podendo ser feito também diretamente no caixa eletrônico, com um cartão cidadão.

FILIPE R SILVA


Banco realizou mudanças no sistema de financiamento de imóveis. Confira aqui quais são as novidades.

Muitas pessoas receberam com alegria as últimas notícias veiculadas na última terça-feira, 8 de Março, referente aos novo método de financiamento de imóveis da Caixa Econômica Federal (CEF). De acordo com a Instituição, a partir do dia 24 de Março deste ano o percentual de financiamento de imóveis para trabalhadores do setor privado passa de 50% para 70% e para os do setor público, de 60% para 80%.

A principal objetivo desta mudança é movimentar o setor imobiliário, que vem passando pelos tempos da “vaca magra” desde 2015. A nova linha de crédito serve para financiamento de imóveis de até R$ 750.000,00 nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Minas Gerais. Já para os demais Estados, o valor de imóvel pode ser de até R$ 650.000,00.

Os financiamentos devem ser realizados pelo SAC (Sistema de Amortização Constante), que é o mais praticado atualmente no setor imobiliário, que consiste na diminuição dos valores das parcelas ao longo do tempo.

Outra oportunidade é que a Caixa agora também volta a oferecer a chance de financiar um segundo imóvel utilizando os recursos a poupança. Este tipo de transação estava suspensa desde de 2015, com isso se torna possível realizar o financiamento de dois imóveis até que um deles possa ser vendido.

No anúncio o banco reafirmou também que irá oferecer novamente o financiamento através da Linha Pró-Cotista, que torna possível utilizar os recursos do FGTS que possui taxa de juros entre 7,85% e 8,85% a.a e vale para compra de imóveis no valor de até R$ 750.000,00 e o prazo máximo para financiamento é de 30 anos para quitação.

Com as novas tabelas de financiamento,  especialistas de mercado acreditam que será possível reaquecer o setor da construção civil através de criação de novas vagas de emprego. Nos últimos 12 meses, a construção civil foi um dos segmentos que sofreram impactos assustadores em relação a taxa de desemprego, o que não vinha sendo uma realidade da área antes do início da crise no país.

Alguns especialistas acreditam também que as mudanças são apenas uma medida emergencial na tentativa de salvar o setor, visto que no passado a CEF já ofereceu melhores condições de financiamento. As condições devem favorecer uma forte fatia de faixa de cliente que busca imóveis em média de R$ 400.000,00.

Por Jaime Pargan


Aplicativo pode ser baixado em smartphones com os sistemas operacionais Android, Windows Phone e iOS. Ele visa facilitar o acesso dos beneficiários às informações do programa.

Com o objetivo de “desafogar” mais as agências da Caixa Econômica Federal de todo o Brasil, o banco decidiu colocar a tecnologia à disposição de todos os usuários da agência e, principalmente, dos beneficiários do Programa Bolsa Família, que é um dos projetos de cunho social que mais conta com adeptos em todas as regiões do Brasil.  

Além de ser um agente facilitar para os beneficiários do programa, esse também foi o modo que a Caixa encontrou para celebrar, em grande estilo, os 12 anos de lançamento do programa que tem tirado milhares de brasileiros da pobreza. Embora, há quem afirme que ações sociais como essas só motivem a falta de interesse da população por emprego.

No entanto, com polêmicas a parte, a Caixa lançou um aplicativo para que direto do aparelho de celular, os beneficiários do Bolsa Família possam obter todas as informações de que precisam como, por exemplo, se foi feito do depósito do valor, o calendário para recebimento, além de outras dúvidas que poderão ser sanadas, automaticamente, com apenas a movimentação do cursor do smartphone.  

Toda essa comodidade foi vista com bons olhos pelos 13,9 milhões de assistidos pelo programa, os quais não precisarão mais ir à agência para conferir seu saldo, quando se pode ser efetuado o saque e obter o extrato digital das últimas parcelas pagas pelo Governo Federal.

A ferramenta também irá avisar quando for o período de fazer atualizações cadastrais para se continuar recebendo o benefício.  

O aplicativo é baixado gratuitamente, em qualquer smartphone, desde que ele funcione por meio de sistemas operacionais Android, Windows Phone e iOS. É importante também salientar que o programa vai exigir dados sobre alguns pré-requisitos para o recebimento do Bolsa Família como, por exemplo, a frequência e o bom rendimento escolar dos filhos.  

O aplicativo já se encontra disponível para download. É só começar a baixar e ter acesso a todas as comodidades que a tecnologia tem para oferecer, poupando assim seu tempo em idas às agências bancárias e melhor acesso ao seu direito social.

Para baixar, é só ter ir a sites de buscas que já estão com o aplicativo pronto para download. 

Por Michelle de Oliveira

App Bolsa Família

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: