A Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) estudou refazer a classificação dos fundos de investimento nacional. O estudo com as novas classificações deve ser publicado no primeiro semestre de 2013.

O resultado do estudo poderá demorar para sair, embora a questão seja prioritária para a Anbima, em virtude da dificuldade e delicadeza do processo.

Segundo a Associação, existem no Brasil cerca de 48 tipos diferentes de fundos de investimento. A reclassificação pode ter consequências importantes no mercado financeiro nacional.

Um dos objetivos da reclassificação dos fundos é facilitar a oferta desses produtos financeiros no mercado. Segundo analistas, isso é vital para que se possa atrair novos investidores para esses fundos.

Reagrupando os fundos com estratégias e características familiares, os investidores poderão compreender melhor as vantagens e os riscos associados ao investimento de cada um dos fundos.

Num cenário de queda da taxa de juros, os investimentos nos fundos passam a ser cada vez mais atraentes. A Anbima pretendia publicar o estudo e a reclassificação ainda esse ano, porém, o prazo teve que ser estendido para acomodar as discussões necessárias para realizar as mudanças.

Fonte: O Estado de São Paulo 

Por Matheus Camargo





CONTINUE NAVEGANDO: