O benefício do PIS já pode ser sacado pelos nascidos em novembro.

Está chegando o dia do pagamento do benefício do PIS para quem nasceu no mês de novembro. E muitas pessoas têm dúvidas de quem pode sacar e como proceder para conseguir retirar o valor disponível. Logo abaixo estarão todas as formas de verificar se tem algum valor a receber e quanto será o valor pago:

Quem tem direito de receber o PIS de novembro?

Tem direito a receber o benefício os trabalhadores que são escritos no PIS por pelo menos 5 anos, e que tenham trabalhado por pelo menos 30 dias seguidos no ano passado e que o valor recebido tenha sido de até dois salários mínimos e que tenham nascido no mês de novembro.

Como fazer a consulta e ver se tem direito ao PIS?

Existem 3 formas de consultar se tem direito a sacar o valor do PIS. O primeiro é acessar o site www.caixa.gov.br, lá o trabalhador tem acesso a todas as informações ao PIS e se ele possui algum valor a ser retirado.

A outra forma é ligando para a central de atendimento no seguinte telefone 0800 726 0207 e falar com algum atendente para saber se tem direito a receber o benefício.

Ou pode ir diretamente a alguma agência da Caixa e pedir informação no caixa, é preciso levar os documentos pessoais, principalmente o número do PIS.

Quem é o responsável por pagar o PIS?

Muitas pessoas têm dúvidas de quem é o responsável por fazer o pagamento do PIS todos os anos. O FAT (fundo de amparo ao trabalhador) é o responsável por pagar todos os anos esse benefício aos trabalhadores brasileiros que tem direito ao benefício.

Boa notícia para quem é correntista da Caixa Econômica

Quem tem conta na Caixa Econômica terá o valor do PIS creditado direto em sua conta a partir do dia 14/11. E poderá sacar o valor em alguma casa lotérica, o que torna o processo ainda mais fácil. Para receber o benefício na casa lotérica e preciso ter o cartão cidadão.

Qual será o valor pago no PIS?

O valor do PIS vai variar de R$ 79 a R$ 973 e para saber o valor exato é preciso fazer o cálculo correto. O cálculo é feito da seguinte forma, você vai dividir o salário mínimo por 12 e multiplicar pela quantidade de meses que trabalhou e assim chegar no valor exato que será recebido. Caso tenha alguma dúvida referente a essa conta, você pode ir diretamente em uma agência da Caixa Econômica e pedir que o atendente faça essa simulação para você. Porém, já podemos adiantar que o valor pago pelo PIS nunca será maior que um salário mínimo.

Veja o calendário do PIS

O calendário do PIS se baseia basicamente na data de nascimento do trabalhador, por esse motivo os pagamentos do abono serão feitos até o meio do ano de 2018, com base no ano de 2016.

Como ficará o pagamento do PIS futuramente no Brasil?

Essa preocupação já assombra muitos trabalhadores brasileiros há algum tempo, e a explicação para isso é a grande crise que vem acontecendo no Brasil e as diversas mudanças que vem acontecendo.

O que podemos esperar em relação a esse abono, é que ele tenha um futuro muito promissor e com segurança para os trabalhadores brasileiros. Pois os saldos das contas inativas do FGTS têm uma enorme possibilidade de serem anuais e se isso se tornar uma realidade, os dois benefícios, FGTS e PIS, podem ser pagos ao mesmo tempo, facilitando ainda mais a vida dos trabalhadores e tornando esse pagamento mais simples para a Caixa Econômica.

Agora é só fazer a consulta do PIS e ver se tem algum valor disponível para saque!

Por Cristiane Amaral

PIS


O pagamento do abono salarial do ano base de 2015 será realizado até o dia 30 de junho.

Se você é trabalhador e tem direito a receber o abono salarial referente ao PIS, Programa de Integração Social, ou se você possui direito para receber o abono salarial referente ao Pasep, que é o Patrimônio do Servidor Público, e ainda não sacou o seu saldo referente ao ano base de 2015, não espere mais, pois a data limite para realizar o saque é o dia 30 do mês de junho.

O valor que o trabalhador irá sacar depende do tempo em que desempenhou atividades trabalhistas com carteira assinada no ano de 2015. Dessa forma os valores podem partir de R$ 78 chegando a R$ 937, para quem trabalhou o ano todo.

De acordo com o Ministério do Trabalho, a recomendação é de que os trabalhadores compareçam às agências bancárias dentro do período determinado, pois passado o dia 30 do mês de junho, todo o saldo restante destinado ao pagamento de PIS e Pasep será transferido para o FAT, Fundo de Amparo ao Trabalhador, para que assim seja utilizado no pagamento de outros benefícios que os trabalhadores possuem.

Ainda de acordo com o Ministério do Trabalho até a data de 31 do mês de maio o equivalente a 7,56% dos trabalhadores que possuem o direito ao abono ainda não haviam realizado o saque.

Para quem ainda possui dúvidas em relação ao benefício, o abono do PIS/Pasep é para pessoas que trabalharam no ano de 2015 por um período igual ou maior que 30 dias, com carteira de trabalho registrada, com inscrição em um dos programas e que tenham tido como salário mensal valor inferior a dois salários mínimos vigente.

Se alguém ainda tem dúvida se possui ou não o direito, ainda há tempo para saber. Basta acessar verificasd.mtb.gov.br/abono, informando o número do CPF ou da inscrição no programa do PIS/Pasep.

A central de atendimento Alô Trabalho do Ministério do Trabalho, que atende pelo número 158, também tem informações sobre o PIS/Pasep.

O benefício tem validade tanto para trabalhadores da rede privada, quanto para servidores públicos. Para receber o seu saldo procure uma agência da Caixa ou do Banco do Brasil, levando o cartão cidadão e um documento de identificação.

Por Sirlene Montes

Pis 2015


O prazo final para que os trabalhadores façam o saque do abono salarial será esta quinta-feira, dia 30 de junho de 2016.

Nesta última segunda-feira, dia 27 de junho de 2016, o Ministério do Trabalho divulgou uma nota oficial, a fim de alertar os trabalhadores quanto ao prazo para sacar o PIS/Pasep. Segundo as estimativas do órgão, mais de 1,38 milhão de trabalhadores, até a data mencionada acima, ainda não tinham feito o saque do benefício PIS/Pasep. O prazo para que os trabalhadores façam o saque do referido benefício será esta quinta-feira, dia 30 de junho de 2016.

De acordo com a última mensuração do Ministério do Trabalho mais de 22,2 milhões de trabalhadores já sacaram o benefício, sendo que este montante representa um percentual de 94,14% dos trabalhadores que tem direito e que o valor gasto com o pagamento deste benefício está estimado em R$ 18,4 bilhões.

Os trabalhadores que fazem jus ao recebimento do benefício são aqueles que estão devidamente cadastrados no PIS/Pasep há um período mínimo de cinco anos, receberam remuneração mensal média no limite de até dois salários mínimos no ano de 2014, exerceram atividade remunerada pelo período mínimo de 30 dias no ano de 2014. Convém ressaltar que além dessas exigências para fazer jus ao benefício o trabalhador tem que ter os seus dados atualizados pelo empregador por meio da Relação Anual de Informações Sociais.

Para ter acesso ao valor do benefício, os trabalhadores que preenchem os requisitos mencionados acima deverão primeiramente verificar se o valor não foi creditado na sua conta corrente, caso o valor não tenha sido creditado, o trabalhador deverá comparecer ao autoatendimento das agências da Caixa Econômica Federal ou qualquer Casa Lotérica de posse do Cartão Cidadão. Já os trabalhadores que não possuem o Cartão Cidadão, devem comparecer a qualquer agência da Caixa Econômica Federal e apresentar um documento oficial de identificação.

Os trabalhadores que fizerem jus ao recebimento do PASEP irão receber o benefício pelo Banco do Brasil, sendo que primeiramente devem verificar se o valor não foi creditado na conta corrente, caso contrário, deverão comparecer em uma das agências do Banco do Brasil e apresentar um documento oficial de identificação.

Para os trabalhadores que possuem dúvida a respeito do direito ao benefício, tanto a Caixa Econômica, quanto o Banco do Brasil, disponibilizaram dois números telefônicos para obtenção de informações, sendo estes: 0800-7260207 Caixa Econômica Federal e 0800-7290001 Banco do Brasil.

O valor devido aos beneficiários é equivalente a um salário mínimo, ou seja, R$ 880. Os quantitativos que não forem sacados pelos trabalhadores irão retornar para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Por Adriano Oliveira

Abono salarial


Foi iniciado o pagamento do abono salarial para os nascidos no mês de agosto. Este é o 2 lote do benefício liberado. O pagamento a todos os que têm direito será feito até março de 2016

A agenda de pagamentos do abono salarial deste ano sofreu um atraso, consequência da crise econômica que o Brasil vem enfrentando. O abono é um benefício de um salário mínimo, pago a todos os trabalhadores que receberam até dois salários mínimos no ano passado e trabalharam pelo menos 30 dias ininterruptos durante o ano. Agora, os nascidos no mês de agosto já podem retirar o seu benefício. Este é o segundo lote de benefícios liberado. O Governo começou a pagar os lotes no mês passado.

Desde quinta-feira (dia 20), os trabalhadores nascidos em agosto e que não são correntistas da Caixa, podem se dirigir a uma agência do banco para sacar o seu benefício. É preciso levar um documento com foto. Ainda é possível sacar o abono em um dos caixas eletrônicos ou lotéricas, utilizando o seu cartão cidadão. Os correntistas da Caixa já tiveram seus benefícios liberados desde a última terça-feira (dia 18), o crédito de seus abonos é depositado diretamente na sua conta corrente. Os servidores públicos também recebem o abono diretamente em suas contas, se tiverem conta corrente no Banco do Brasil. Quem não tiver conta no BB pode sacar o benefício em uma de suas agências. O calendário é o mesmo para os não correntistas da Caixa.

O valor do benefício é equivalente a um salário mínimo, atualmente fixado no valor de R$ 788. É importante que os trabalhadores nascidos no segundo semestre do ano estejam atentos à liberação dos lotes. Segue a agenda dos próximos lotes:

– Nascidos em julho:

Não correntistas da Caixa/BB: Já liberado – a partir do dia 22/07/2015.

Correntistas da Caixa: Já liberado – a partir do dia 14/07/2015.

– Nascidos em agosto:

Não correntistas da Caixa/BB: Já liberado – a partir do dia 20/08/2015.

Correntistas da Caixa: Já liberado – a partir do dia 18/08/2015.

– Nascidos em setembro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 17/09/2015.

Correntistas da Caixa: A partir de 15/09/2015.

– Nascidos em outubro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 15/10/2015.

Correntistas da Caixa: A partir de 14/10/2015.

– Nascidos em novembro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 19/11/2015.

Correntistas da Caixa: A partir de 17/11/2015.

– Nascidos em dezembro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 17/12/2015.

Correntistas da Caixa: A partir de 15/12/2015.

– Nascidos em janeiro e fevereiro:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 14/01/2016.

Correntistas da Caixa: A partir de 12/01/2016.

– Nascidos em março e abril:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 16/02/2016.

Correntistas da Caixa: A partir de 11/02/2016.

– Nascidos em maio e junho:

Não correntistas da Caixa/BB: A partir de 17/03/2016.

Correntistas da Caixa: A partir de 15/03/2016.

Uma das críticas ao calendário deste ano é que boa parte dos trabalhadores só irá receber o benefício no próximo ano, o que pode prejudicar alguns trabalhadores, que poderiam já estar contando com o crédito. No ano passado o benefício foi pago em quatro datas entre os meses de julho e outubro. Este ano o abono será pago em mais parcelas, são nove ao total.

Por Patrícia Generoso

Abono salarial


Neste último dia 15 de julho de 2014 o Ministério do Trabalho e Emprego começou a efetuar os pagamentos do abono salarial referente ao exercício 2014/2015. De acordo com as informações divulgadas a expectativa é de que 23 milhões de trabalhadores venham a ter o direito ao benefício. O montante que deverá ser pago no processo será cerca de R$ 17 bilhões.

Conforme informações da pasta responsável pela atual gestão a antecipação do pagamento do abono foi feita pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Anteriormente aqueles que tinham direito só poderiam começar a sacar os pagamentos a partir do mês de agosto.

Outra alteração feita neste ano foi em relação ao calendário. Neste caso os trabalhadores que recebem o benefício por meio de uma conta corrente terão os valores depositados conforme o mês de aniversário, contando, claro, a partir do dia 15 de julho de 2014.

Quem pode receber esses benefícios:

De acordo com as informações do Ministério os trabalhadores que tiverem os dados inclusos na Relação Anual de Informações (Rais) podem receber o benefício desde que atendam aos seguintes critérios: ter recebido no máximo até dois salários mínimos de remuneração mensal durante o período de exercício do trabalho, contar com cadastro no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e também ter trabalhado com carteira assinada ou ter sido nomeado efetivamente em cargo público pelo período mínimo de 30 dias no ano-base dos empregadores que contribuem para o PIS/Pasep. Lembrando que neste caso é valido para os empregadores que são cadastrados no CNPJ.

O abono pago é no valor de um salário mínimo.

Quem possui sua inscrição no PIS deve receber seu benefício nas agências da Caixa Econômica Federal. Já os inscritos no Pasep recebem em agências do Banco do Brasil. Sempre respeitando o calendário de pagamento.

Os trabalhadores inscritos precisam apresentar um documento de identificação bem como o número do PIS ou Pasep. O prazo de pagamento dos benefícios seguirá até o dia 30 de junho de 2015.

Por Denisson Soares


Pagamento do PIS/Pasep 2012-2013 começou hoje

Começou a ser pago nesta quarta-feira (15/08) o abono salarial referente ao exercício 2012/2013 aos participantes do PIS (Programa de Integração Social) e do Pasep (Programa de Formação de Patrimônio do Servidor Público).

O pagamento do abono do PIS (que corresponde a 1 salário mínimo) será feito aos nascidos no mês de julho. Já, para os inscritos no Pasep o pagamento será feito para quem tem inscrições com o final 0 e 1. O prazo para realizar o saque será até o dia 28 de junho de 2013.

De acordo com o Ministério do Trabalho, R$ 13,4 bilhões serão pagos para 21,4 milhões de trabalhadores.

Podem receber o benefício de 2012/2013 pessoas que trabalharam com vínculo empregatício por pelo menos 30 dias em 2011, e que receberam até dois salários mínimos. Também é necessário estar inscrito no PIS ou Pasep há cinco anos e ter sido informado corretamente pelo empregador junto a Rais 2011.

O saque do PIS pode ser realizado em qualquer agência da Caixa, e quem possuir o Cartão Cidadão com senha também pode fazê-lo em Lotéricas, postos do Caixa Aqui e Caixa de Autoatendimento. Já, os inscritos no Pasep podem sacar no Banco do Brasil.


Começou a ser feito hoje (24/07), o pagamento do abono salarial (PIS) aos trabalhadores assalariados, referente ao calendário 2012/2013. Aproximadamente 2,9 milhões de trabalhadores receberão o abono ou os rendimentos em seus contracheques e 27 milhões de empregados poderão sacar os rendimentos do PIS.

O benefício pode ser sacado em agências da Caixa, para o PIS, ou Banco do Brasil, para o Pasep. Basta apresentar um comprovante de inscrição no PIS/Pasep, o Cartão Cidadão, ou a carteira de identidade.

Quem possuir o Cartão Cidadão com senha, poderá sacar o dinheiro em caixas de autoatendimento da CEF, postos Caixa Aqui, ou casas lotéricas.

Os trabalhadores que possuírem conta no banco podem ficar tranquilos, pois o dinheiro referente ao benefício será creditado diretamente na conta corrente ou na poupança da Caixa. Porém, o trabalhador deve estar cadastrado como  único titular da conta.

Confira abaixo a nova tabela de pagamento do PIS: 

Para verificar mais informações sobre o abono salarial, acesse o site da Caixa Econômica Federal.


Pagamento do PIS ano-base 2011/2012

A Caixa Econômica Federal informou que 3 milhões de trabalhadores irão receber, nos salários de julho e agosto de 2012, o abono de um salário mínimo (R$ 622,00) ou rendimentos do PIS, referentes ao ano-base 2011/2012, que devem ser retirados até junho de 2013.

A CEF, que é a gestora do PIS, acrescentou que 17,9 milhões de pessoas têm o direito de receber o abono de um salário mínimo, e outras 27 milhões poderão sacar os rendimentos, em valores menores que o abono.

Os correntistas da Caixa e os colaboradores de empresas conveniadas receberão como crédito direto na folha de pagamento. Já os demais trabalhadores, poderão sacar o benefício a partir do dia 15 de agosto nos terminais de autoatendimento, agências, casas lotéricas, e “Caixa Aqui”, seguindo um calendário que relaciona o mês de aniversário do trabalhador com o mês que poderá sacar o dinheiro.

Quem quiser verificar se tem direito a receber o abono, poderá acessar o site da Caixa, ou ligar para o 0800 726  0101, opção 2.

Informações sobre o abono:

O direito ao abono é destinado a todos os trabalhadores cadastrados no PIS até 2007 que trabalharam mais de 30 dias em 2011, com Carteira de Trabalho assinada, e que tiveram rendimentos de até 2 salários mínimos (por mês). Quem teve salários maiores receberá os rendimentos. Lembrando que todos os dados dos trabalhadores devem ter sido informados ao MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).


A Caixa Econômica Federal iniciou na segunda-feira (19) o pagamento do Abono Salarial do Programa de Integração Social (PIS) aos trabalhadores que estão cadastrados no programa há pelo menos 5 anos.

Segundo informações do Ministério do Trabalho e Emprego, mais de 4,5 milhões de pessoas deverão receber o valor de R$ 510, através da conta do trabalhador na Caixa Econômica. Quem não for correntista da instituição deve receber apenas a partir de 11 de agosto.

O valor total desembolsado pela Caixa para o pagamento do PIS deverá ficar em torno de R$ 2,3 bilhões.

Outras informações sobre o pagamento do Abolo Salarial do PIS 2010/2011 estão disponíveis no site da Caixa Econômica: www.caixa.gov.br.

Por Luana Neves


Termina no próximo dia 30/06 o prazo, para cerca de 877 mil trabalhadores, sacarem o abono salarial – benefício oferecido aos profissionais cadastrados no PIS e PASESP há, no mínimo, cinco anos.

De acordo com o Ministério do Trabalho, o valor do benefício é de um salário mínimo (R$ 510), que deve ser sacado em agências da Caixa Econômica Federal pelos trabalhadores da iniciativa privada e nas agências do Banco do Brasil pelos servidores públicos.

Quem tem direito de receber o benefício são os trabalhadores cadastrados no PIS e PASESP pelo menos desde 2005 e que tenham recebido até dois salários mínimos no ano passado, em média, com carteira assinada.

Cerca de 16 milhões de pessoas já resgataram o benefício, no valor total de R$ 7,3 bilhões. Os trabalhadores que ainda não sacaram o abono salarial devem comparecer às agências da Caixa Econômica ou Banco do Brasil até 30 de junho.

Para maiores informações acesse: www.caixa.gov.br.

Por Luana Neves





CONTINUE NAVEGANDO: