Pagamento do PIS para pessoas a partir de 70 anos



  

Pagamento do PIS para pessoas com mais de 70 anos de idade iniciou em 19 de outubro.

Desde o dia 19 de outubro (quinta-feira), o Governo Federal liberou os recursos do Programa de Integração Social (PIS) ou o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP). Se você quer saber quem tem o direito de realizar o saque e outras informações, confira os detalhes a seguir:

Quem pode sacar?

A antecipação do calendário de saque visa beneficiar os idosos. Aqueles com mais de 70 anos de idade têm prioridade para receber a verba. Eles já podem efetuar o saque desde o dia 19 de outubro.

Os aposentados em geral serão contemplados a partir do dia 17 de novembro (sexta-feira). Já homens acima de 65 anos e mulheres com mais de 62 poderão sacar o montante do PIS/ PASEP a partir de 14 de dezembro (quinta-feira).

Quem possui saldo para resgate?

Apenas são beneficiários aqueles que contribuíram com um dos dois programas, enquanto trabalhavam de carteira assinada, seja em instituições públicas, seja de organização privada, até o dia 4 de outubro do ano de 1988, pois quem passou a contribuir após esse período, não há mais saldo a ser resgatado.

Outro requisito é que os contribuintes com esses fundos não tenham resgatado todo o saldo da conta.

Saque do PIS

Quem possui algum montante do PIS para sacar, deve se dirigir a uma agência da Caixa Econômica Federal. Há 4 formas de retirada:

1) Nos caixas eletrônicos e sem o cartão do banco- para pagamentos de, no máximo, R$ 1,5 mil. É fundamental que o beneficiário digite a senha do cidadão. Caso não lembre da senha, você deve acessar o site da Caixa (servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01) e clicar "esqueci a senha" e, em seguida, preencher as suas informações pessoais.

2) Nos caixas eletrônicos com Cartão Cidadão ou – para valores até R$ 3 mil. É necessário digitar a senha do cidadão.

3) Nas lotéricas e correspondentes bancários – além de apresentar o cartão cidadão, o cliente deve digitar a senha cidadão e, além disso, apresentar algum documento oficial de identificação com foto.

4) Em alguma agência da Caixa – para valores superiores a R$ 3 mil, o beneficiário deve levar um documento com foto.





Se você é cliente do Banco Caixa, poderá receber o depósito automaticamente na sua conta corrente. Também é possível realizar transferência, sem custos, para quer for cliente de outros bancos. Para isso, é necessário que a conta esteja no nome do beneficiário.

Saque do PASEP

O saque do PASEP deve ser realizado no Banco do Brasil. Aqueles que são correntistas receberam o dinheiro automaticamente em sua conta corrente.

Quem tem até R$ 2,5 mil para sacar, mas não possui conta nesse banco, pode realizar uma transferência para qualquer outra instituição bancária, desde que a conta esteja em seu nome. Essa operação pode ser realizada pela internet (www.bb.com.br/pbb/pagina-inicial/setor-publico/governo-federal/gestao/gestao-de-recursos/pagamento-de-ordens-bancarias,-salarios-e-beneficios/pasep#/) ou nos pontos de autoatendimento.

No caso de correntistas com saldo acima de R$ 2,5 mil, deve ir até uma agência do Banco do Brasil para efetuar o saque.

Mais detalhes

O Governo Federal informa que não há data limite para os saques. O calendário estabelece apenas a data de início da liberação.

Quem for herdeiro de cotistas falecidos pode efetuar o saque do dinheiro a qualquer tempo.

Caso você tenha alguma dúvida que queira esclarecer, pode entrar em contato com o Banco do Brasil ou com a Caixa.

Se você, durante a vida laboral, migrou entre uma instituição pública e outra privada, não precisa ir nas duas instituições bancárias. Com frequência, os bancos atualizam seus dados cadastrais e transferem os montantes do PIS e PASEP, em caso de ter havido essa migração de serviços públicos e privados.

Aquelas pessoas que contribuíram depois de 1988 não possuem mais direito ao saque, uma vez que a Constituição Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Essa verba serve para realizar o pagamento do seguro-desemprego e do abono salarial. Além disso, outra parte desse montante é direcionada ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Por Melisse V.

Pis idosos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *