Imposto de Renda 2017 – Dicas para Declaração



  

Saiba de todas a dicas sobre a declaração de imposto de renda de 2017.

Para todos aqueles que ainda não acertaram as contas com o leão da Receita Federal em 2017, não é aconselhável deixar para a última hora, pois além de sobrecarregar o sistema de dados do órgão, pode não dar tempo de entregar no prazo, gerando desgastes e multa para os declarantes.

O prazo final para entrega da declaração de Imposto de Renda 2017 (ano-base 2016) vai até o dia 28 de abril, impreterivelmente. Se o documento for enviado no dia 29, será gerada uma multa por atraso de um dia no valor de 1% do imposto devido no mês, cujos valores podem variar de R$ 165,74 até 20% do valor total da declaração.

Uma dica bacana é que o contribuinte reúna todos os documentos necessários para se fazer a declaração com muita calma e antecedência para não se esquecer de nada, pois caso falte algum documento, o mesmo terá tempo de providenciá-lo.





Para esse ano, a declaração fica obrigatória a todas as pessoas que ano passado moravam no Brasil e que se enquadram nas seguintes situações: recebeu valores superiores a R$ 28.559,70 de qualquer espécie, como aluguéis e salários, por exemplo; recebeu mais de R$ 40 mil de forma não tributável, resultante de alguma ação ou indenização trabalhista; realizou alguma transação na bolsa de valores; tenha recebido mais de R$ 142.798,50 em atividades rurais ou tenha tido algum prejuízo a ser compensado nesse ano ou nos próximos; tem algum bem em seu nome cujos valores ultrapassam R$ 300 mil; começou a morar no Brasil e se estabeleceu por aqui até 31 de dezembro; vendeu alguma residência e adquiriu outra em um período menor de seis meses, utilizando a isenção de IR no momento da transação.

A Receita Federal espera receber aproximadamente 28 milhões de declarações no total. O contribuinte pode optar por dois modelos de declaração: o simples ou a completa. Caso escolha o modelo simplificado, o valor de 20% será aplicado como desconto padrão, sem levar em conta os gastos com saúde e educação. O valor limite para esse desconto será de R$ 16.754,34. Mais um dica interessante é que o próprio sistema da Receita indica qual o melhor tipo de declaração para cada contribuinte, depois da inserção dos dados no mesmo. Outro macete é começar pela declaração completa e se for interessante, pode-se fazer a migração para a simples e comparar os valores.

Muita calma, sempre!

Rodrigo Souza de Jesus



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *