Melhores Opções de Investimentos para 2017



  

Dicas de como investir o dinheiro e obter bons rendimentos neste ano de 2017.

Para o ano de 2017, tanto os pequenos investidores quanto os de maiores portes deverão estar bastante atentos na hora de investir o seu dinheiro nas aplicações disponíveis no mercado. Esta expectativa foi criada desde novembro de 2016 quando a chamada taxa Selic passou a cair em virtude da mudança da política econômica implantada pelo governo atual.

Atrelada à queda da Selic, o mercado financeiro também se prepara para uma queda gradativa na taxa básica de juros, o que pode influenciar no mercado financeiro e consequentemente no panorama das aplicações bancárias do país.

A partir das avaliações feitas pelos órgãos de controle da economia no país como o Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM), a expectativa gerada com a queda das taxas de juros pode não ser prejudicial assim. A avalição da principal instituição financeira do país, o Banco Central (BC) aposta na manutenção da taxa de juros em dois dígitos, o que favorece algumas aplicações.

Diante deste panorama, o mercado financeiro deverá focar sua atenção em algumas aplicações para este ano de 2017. São elas: a renda fixa, os títulos pós-fixados ligados à variação da taxa Selic e a CDI, as aplicações no Tesouro Direto, os CDBs, os LCs, os LCAs e LCIs. Além disso, para quem é mais conservador e apenas que ter um rendimento mínimo, para não deixar o dinheiro parado no banco e sem correr riscos, a poupança ainda é uma opção, apesar de ser a última para quem pretende ganhar dinheiro com as correções monetárias.

Uma das aplicações que deverá continuar a despontar em 2017 será a compra dos chamados títulos públicos. Ou seja, o pequeno investidor, a partir de uma pequena quantia que não chega nem a R$ 50,00 poderá adquiri-los na sua agência bancária ou nas corretoras de valores de sua confiança. A vantagem desta aplicação é a sua correção atrelada à variação da Selic, entretanto, o ganho ocorre em proporção inversa. Ou seja, quando esta cair de valor, a taxa de juros deverá manter elevada, favorecendo a quem tem dinheiro investido neste tipo de investimento.





Outro tipo de aplicação que deverá se sobressair em 2017 serão as chamadas LCIs e LCAs. A primeira são as chamadas Letras de Crédito Imobiliário e a segunda, as Letras de Crédito do Agronegócio. As LCIs são voltadas para o financiamento do setor do agronegócio no país e as LCAs relacionam-se ao capital investido para a realização do financiamento de imóveis. A vantagem deste tipo de investimento é a total isenção de pagamento de imposto de renda. Por outro lado, o investidor que deseja ter este tipo de aplicação em sua carteira de investimento deverá desembolsar uma fatia maior de dinheiro na compra, além de ter que esperar um longo prazo para desfrutar de seus rendimentos.

Uma boa opção, principalmente para quem não tem uma grande capital para investir são as já tradicionais CDBs e LC (Letras de Câmbio). Com um rendimento um pouco superior a poupança, elas são uma alternativa à velha caderneta de poupança. A vantagem é que os juros são pós-fixados e seguem a variação do CDI, o que pode garantir taxas maiores de lucratividade.

Para 2017, o investidor deve ficar bastante atento, pois, caso se confirme a tendência de queda da Selic, os rendimentos poderão ser afetados por esta volatilidade.

Por Emmanoel Gomes

Investimentos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *