Google Campus – Novo Espaço para Empreendedores em São Paulo



  

Espaço terá 2,6 mil metros quadrados e receberá empreendedores, investidores e mentores interessados em trocar experiências sobre startups.

O dia 13 de junho vai marcar a abertura de oportunidades que o Google vai oferecer para as pessoas que são empreendedoras. Elas poderão conhecer o espaço que a gigante da internet abrirá em São Paulo, mais precisamente no bairro Paraíso.

Chamado de Google Campus, a novidade trata-se de um espaço para os empreendedores, investidores e mentores deste segmento para que possam aperfeiçoar, criar e trocar suas experiências sobre startups que podem ajudar no desenvolvimento de nosso país.

Serão seis andares disponibilizados para o Google Campus em São Paulo, com 2,6 mil metros quadrados. Os interessados em conhecer o espaço poderão fazer a inscrição como visitante ou como um possível residente do mesmo.

Link para inscrição como visitante: www.campus.co/sao-paulo/pt/sign-up.

Link para a inscrição como futuro residente: https://gfepublic.secure.force.com.





Essa iniciativa do Google teve o seu anúncio feito no ano de 2014 e o projeto sai do papel em 2016. Além do espaço que fica aberto em São Paulo, o Google também conta com sedes semelhantes em Madri, Londres, Seul, Tel Aviv e Varsóvia.

O que é uma startup?

Para muitos, qualquer pequena empresa que esteja em um período inicial de trabalho pode ser apontada como uma startup. Porém, outra vertente dá conta que uma startup é uma empresa que apresenta custos sobre a sua manutenção bem reduzidos, mas tem a possibilidade de crescimento rápido e boa geração de lucros.

Atualmente, há outra definição que está satisfazendo tanto os investidores como pessoas que são especialistas nessa área. Ela atenta para o fato que uma startup é um grupo de pessoa que procura por um modelo de negócios escalável e repetível, sendo que as mesmas trabalham em condições de uma incerteza extrema.  

Nesse cenário de incerteza vamos observar que não há como apontar que a ideia em questão e o projeto da empresa vão de fato dar certo, ou então, que possam, ao menos, se apresentarem sustentáveis. O ser repetível é a possibilidade que ela tem para entregar o seu produto mais de uma vez em escala ilimitada, sem que que haja diversas customizações ou adaptações para cada tipo de cliente.

O escalável da startup é crescer sempre, sem que esse fato influencie no seu modelo de negócio. 



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *