Financiamento de Imóvel da Caixa Econômica – O Que Mudou?



  

Banco realizou mudanças no sistema de financiamento de imóveis. Confira aqui quais são as novidades.

Muitas pessoas receberam com alegria as últimas notícias veiculadas na última terça-feira, 8 de Março, referente aos novo método de financiamento de imóveis da Caixa Econômica Federal (CEF). De acordo com a Instituição, a partir do dia 24 de Março deste ano o percentual de financiamento de imóveis para trabalhadores do setor privado passa de 50% para 70% e para os do setor público, de 60% para 80%.

A principal objetivo desta mudança é movimentar o setor imobiliário, que vem passando pelos tempos da “vaca magra” desde 2015. A nova linha de crédito serve para financiamento de imóveis de até R$ 750.000,00 nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Minas Gerais. Já para os demais Estados, o valor de imóvel pode ser de até R$ 650.000,00.

Os financiamentos devem ser realizados pelo SAC (Sistema de Amortização Constante), que é o mais praticado atualmente no setor imobiliário, que consiste na diminuição dos valores das parcelas ao longo do tempo.





Outra oportunidade é que a Caixa agora também volta a oferecer a chance de financiar um segundo imóvel utilizando os recursos a poupança. Este tipo de transação estava suspensa desde de 2015, com isso se torna possível realizar o financiamento de dois imóveis até que um deles possa ser vendido.

No anúncio o banco reafirmou também que irá oferecer novamente o financiamento através da Linha Pró-Cotista, que torna possível utilizar os recursos do FGTS que possui taxa de juros entre 7,85% e 8,85% a.a e vale para compra de imóveis no valor de até R$ 750.000,00 e o prazo máximo para financiamento é de 30 anos para quitação.

Com as novas tabelas de financiamento,  especialistas de mercado acreditam que será possível reaquecer o setor da construção civil através de criação de novas vagas de emprego. Nos últimos 12 meses, a construção civil foi um dos segmentos que sofreram impactos assustadores em relação a taxa de desemprego, o que não vinha sendo uma realidade da área antes do início da crise no país.

Alguns especialistas acreditam também que as mudanças são apenas uma medida emergencial na tentativa de salvar o setor, visto que no passado a CEF já ofereceu melhores condições de financiamento. As condições devem favorecer uma forte fatia de faixa de cliente que busca imóveis em média de R$ 400.000,00.

Por Jaime Pargan



1 comentário em “Financiamento de Imóvel da Caixa Econômica – O Que Mudou?

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *