Gastos dos brasileiros no exterior diminuíram



  

Queda identificada foi de 47%. De janeiro a setembro deste ano, os brasileiros gastaram em viagens ao exterior 14,1 bilhões de dólares.

Diante da crise política e financeira que o País enfrenta e com o valor exorbitante do dólar, que inclusive fechou sua cotação no dia 23 de outubro de 2015 em R$ 3,89, os gastos dos brasileiros diminuíram também nas compras realizadas no exterior.

Os gastos caíram, pois com a nossa moeda desvalorizada, o valor da passagem para viajar para fora aumentou, o valor dos hotéis ficou elevado, o valor da comida subiu, o valor do transporte cresceu, dentre outros gastos necessários em uma viagem.

Com os dados coletados e publicados pelo Banco Central foi possível verificar que houve queda na quantidade de dinheiro desembolsado pelo turista brasileiro para compra em outros países. No mês de setembro o valor gasto pelos brasileiros perfaz um montante de 1,26 bilhão de dólares. Foi identificada uma diminuição de 47%, se comparado com o mesmo período do ano passado, quando esse valor totalizou 2,38 bilhões de dólares.





Ainda, foi constatado que durante os primeiros nove meses do ano corrente houve uma grande queda também e essa porcentagem foi de 27,7%, ou seja, nas viagens internacionais os cidadãos do Brasil despenderam 14,1 bilhões de dólares e no último ano esse valor foi de 19,57 bilhões de dólares. Isso demonstra que o poder aquisitivo do brasileiro está reduzindo significativamente frente às dificuldades que o País encara.

Mesmo com a desvalorização do real, os gastos dos gringos aqui no Brasil também caiu 0,1%. O valor deixado pelos estrangeiros no País no último mês foi de 486 milhões de dólares. Se compararmos o valor que gastamos fora e o valor que os visitantes gastam aqui podemos perceber uma diferença de 744 milhões de dólares. Isso representa uma diminuição de 59,1% diante da mesma época do ano de 2014. A quantia deixada pelos estrangeiros até o mês de setembro foi de 4,33 bilhões de dólares.

Por Paula Barretto Guerra

Dólar



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *