Busca por crédito aumentou em julho



  

Alta registrada foi de 8,5% comparado ao mês de junho de 2015.

Mesmo com as incertezas e fraquezas econômicas, que influenciam a confiança dos brasileiros na economia, a procura por crédito cresceu no último mês de julho, segundo uma pesquisa realizada pelo Serasa e publicada na última terça-feira (dia 11). A alta registrada foi de 8,5% se comparado com o mês anterior e de 7% quando comparado ao mesmo período no ano de 2014. No percentual acumulado do ano, a procura por crédito registrou alta de 5,1% se comparado ao primeiro semestre do ano de 2014.

Segundo a pesquisa, a demanda teria crescido em todas as faixas salariais, com destaque para a faixa mais baixa: quem recebe entre R$ 500 e R$ 1.000 teve uma alta de 9% da demanda por crédito. E os que ganham entre R$ 5.000 e 10.000 a procura por crédito teve alta de 7,5%.

Todas as regiões também registraram alta segundo o informado pela pesquisa: o maior índice foi o registrado no Centro-Oeste, com 9,4% de alta do crédito, seguido de perto pelo Sul do país, com índice de 9%, em seguida vem o Nordeste, com 8,3% de aumento, Sudeste também com 8,3% e o Norte, que registrou o menor aumento: 8%.

A entidade, no entanto, acredita que a alta pode ter sido influenciada pela quantidade a mais de dias úteis no mês de julho, que além de possuir 31 dias, não tem nenhum feriado (são 23 dias em julho, contra 21 em julho). Se o ajuste dos dias úteis for feito, os números serão mais pessimistas: uma queda de 0,9% na passagem de junho para julho deste ano, o que reflete com mais realidade o cenário econômico do país.





A entidade acredita que a comparação entre os meses acaba sendo irreal, pelo aumento da quantidade de dias úteis, da mesma forma que a Copa do Mundo do Brasil, encerrada no dia 13 de julho de 2014, também mudou o cenário e enfraqueceu a comparação real dos meses e das relações anuais de crédito.

Por Patrícia Generoso

Busca por crédito

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *