Comércio vende menos que o esperado para o Dia dos Pais



  

Queda registrada foi de 5,1%, surpreendendo até mesmo os mais pessimistas.

A crise no Brasil continua complicando a vida de todo mundo. Não tem um setor sequer que não tenha sido atingido pela queda nas vendas e nem as datas comemorativas, que geralmente aquecem o comércio, estão dando conta de fazer com que a crise dê um alívio e as vendas melhorem.

No Dia dos Pais, uma data que sempre foi considerada muito boa para as vendas no comércio, a queda nas vendas foi de 5,1% surpreendendo até os mais pessimistas.

Este número mostra a gravidade da situação, pois nem mesmo uma data como o Dia dos Pais foi capaz de trazer um certo alívio para os comerciantes.

Desde 2005 que as vendas no comércio na época do Dia dos Pais não apresentava um resultado tão ruim. Em todo o Brasil, a queda nas vendas chegou a 5,1% de acordo com o Serasa Experian que tem um indicador de atividade do comércio no País.

A porcentagem da queda, de 5,1%, é referente às vendas que antecederam a data, indo do dia 3 ao dia 9 de agosto e, assim, estas vendas foram comparadas com a mesma semana que antecedeu o Dia dos Pais em 2014, mostrando que este ano as vendas ficaram abaixo do esperado e abaixo do que foi registrado no ano passado.





Mesmo em São Paulo, onde as vendas costumam ficar acima da média, neste Dia dos Pais a queda chegou a 4,7% também levando em consideração o critério de comparação da semana que antecede a data este ano, com a semana que antecedeu o Dia dos Pais em 2014.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o motivo para a queda nas vendas no Dia dos Pais é devido à crise econômica que assola o País, onde a inflação está bem acima do que foi registrado nesta mesma data no ano passado, além dos juros no crediário também estarem bem acima do esperado e tem ainda o fato do desemprego continuar crescendo. Ainda existe o fato de que os consumidores continuam não confiando na melhora da economia em um curto espaço de tempo.

Por Russel

Vendas do Dia dos Pais

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *