Número de cheques sem fundos aumentou



  

Foram registradas altas em janeiro e fevereiro nas devoluções de cheques por insuficiência de fundos

Momentos difíceis na economia  brasileira, e pelo segundo mês seguido o número de  devoluções de cheque por insuficiência de fundo aumentou.

No mês de janeiro  a  devolução chegou a  2,06% e no mês  de  fevereiro chegou a 2,19%. Em fevereiro do ano passado chegou a  1,99%, os dados são  do Indicador Serasa divulgados nesta quinta-feira, 19.

Esse resultado  foi o segundo maior para um mês de  fevereiro de toda a série histórica, perdendo apenas para  a inadimplência de  2,32% registrada em fevereiro de  2009. Pois naquela  época, a inadimplência com cheques estava em alta devido ao impacto da crise financeira deflagrada em setembro de 2008.

Segundo o Serasa Experian, a alta da inadimplência com cheques reflete as dificuldades financeiras dos consumidores neste início de  ano, que  estão  sendo determinadas pela alta da inflação, aumento do desemprego e  sucessivas elevações das taxas de  juros.

Na  região norte, a devolução de cheques em fevereiro foi de  7,20% do total de  cheques compensados, maior que a devolução  de  6,31% registrada para  janeiro. Em fevereiro do ano passado a  devolução  de cheques  pela  segunda  vez por falta de  fundo na  região  havia  sido de 4,03% do  total de cheques  compensados.

Na região Nordeste a devolução foi de 6,28% do  total de  cheques  compensados, maior que a devolução de 5,54% registrada para  janeiro. No mesmo período no ano passado  a  devolução pela  segunda vez por falta de  fundo na  região havia  sido de  3,85% do total de  compensados.





Na região Sudeste, a devolução de cheques em  fevereiro foi de  1,32% do total de  cheque compensado, maior que a  de janeiro que  foi de  1,25%. No mesmo período no ano passado a devolução pela  segunda vez por  falta de fundo foi de  1,55% do total de compensados.

Na região Sul, a devolução de  cheques em fevereiro  foi de 4,50% do total de  cheques compensados, maior que a  de janeiro que  foi de  4,29%. No mesmo período no ano passado a devolução pela segunda  vez por  falta de fundo havia  sido  de 2,00% do total de  compensados.

Na região Centro Oeste, a devolução  de  cheques em  fevereiro foi de 5,01% do total de cheques compensados, maior que a  devolução de 4,75% registrada em janeiro. No mesmo período no ano passado a  devolução pela  segunda vez por  falta de  fundo na região  havia  sito de  2,81% do total de  compensados.

Por André Escobar

Cheque

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *