Micro e pequenas empresas têm retração de 10,6% nas vendas



  

A maior queda foi registrada no Centro-oeste, com 17,8% de retração

Recentemente o Sebrae de São Paulo divulgou uma pesquisa na qual as MPEs (Micro e Pequenas Empresas) no Grande ABC chegaram a ter uma retração de 10,6% em relação ao seu faturamento. Esse número foi comparado com o mesmo período de 2014.

De qualquer forma, em um cenário mais abrangente, o desempenho apresentado por essas empresas não chegou a ser tão péssimo quanto o apresentado pela média estadual que, neste caso, foi de 14,8% nas vendas.

Para se ter uma ideia do quão significativo é esse número, basta considerarmos que desde 2005 é a pior média histórica.

Letícia Aguiar, consultora do Sabrae/SP, ressalta que os resultados apresentados foram feitos com uma fraca base de comparação. Um exemplo é que no primeiro mês de 2014 as companhias que se enquadram nesse porte na região obtiveram uma alta de 2,2% em suas receitas. Em contrapartida, no estado, o crescimento apontado foi de 12,6%.

Cenário nacional na busca por crédito





O Indicador Serasa Experian também fez uma análise sobre as empresas. De acordo com os dados obtidos no mês de novembro de 2014, aquelas empresas que buscaram por crédito chegaram a um recuo de 10% se comparado com o mês anterior.

Nesse meio, diversos aspectos precisam ser considerados, segundo os economistas da Serasa Experian. Conforme as análises desses economistas – ainda nos últimos meses de 2014 – o mês de novembro teve uma menor quantidade de dias úteis, se comparado com o mês anterior.

Além disso, o aumento do custo do crédito, o dinamismo pouco atraente do mercado econômico, além da falta de confiança dos empresários, contribuíram de forma negativa na questão da procura de crédito pela empresas.

De qualquer maneira, o que de fato ficou evidenciado é de que a demanda empresarial por crédito no período apontado pela pesquisa recuou em todas as regiões do Brasil. O maior destaque fica por conta do Centro-Oeste, com uma queda de 17,8%. As menores retrações ficaram com o Norte e Nordeste.

Por Denisson Soares

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *