Aumento da Inflação em São Paulo – Março de 2014



  

Em São Paulo, no mês de março existe a estimativa de um aumento da inflação ao comparar com fevereiro de 2014, conforme indica o IPC (Índice de Preços ao Consumidor).

Na segunda semana de março aconteceu um novo aumento na inflação e por consequência os especialistas se demonstram sádicos quanto ao desejo do Banco Central (BC) de atingir a meta de 4,5% nos índices inflacionários. De acordo com a FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), durante o período houve aumento de 0,68%, valor 11% superior ao comparar com a primeira prévia semanal do mês.

Ao levar em conta a estatística da FIPE, se considera “alimentação” como o setor que teve maior inflação durante a segunda semana de março. O índice fechou em 1,41% no período. Também aconteceu um aumento nos índices inflacionários com destaque nos seguintes setores:

  • Despesas Pessoais: De 0,67% para 0,56%.
  • Transportes: De 0,67% para 0,81%.

Entre os setores que ficaram em limite inferior no Índice de Preços vale destacar: Vestuário (0,18%); Educação (0,18%); Saúde (0,39%) e Habitação (0,31%).

Maria Isabel Hammes, que possui uma coluna no Zero Hora online, desacredita no fato de que a inflação no ano deve ficar na casa dos 4,5%, conforme espera os representantes do BC (Banco Central). A especialista indica que o governo faz propaganda de que vai atuar no setor de alimentos, quando na verdade não realiza nada além do que a obrigação de governar.





Hammes atenta ao fato de que embora o governo diga que tem atenção ao setor de alimentos, a verdade no setor funciona de forma diferente na vida real. A colunista indica que conforme o tempo aumentam os preços da alimentação no Brasil em valores além do que o salário mínimo pode sustentar.

Para Alexandre Tombini, presidente do BC, a principal influência na inflação alta no Brasil se encontra no setor dos alimentos.

Por Renato Duarte Plantier



1 comentário em “Aumento da Inflação em São Paulo – Março de 2014

  • Perdemos o maior plano de estabilização monetária que este País já teve.Os males da inflação só perde pelos de uma guerra civil.Os assalariados e os aposentados são os mais prejudicados.Tudo isso graças ao desgoverno desse patidéco incompetente e corrupto que engana o cidadão que tem menos que 2 neuronios no cérebro.E como neste País a maioria esmagadora tem menos que 2 o resultado aí está.

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *