Cidades brasileiras com maior renda per capita



  

É muito comum no Brasil encontrarmos pessoas que possuem profissões com salários distintos a depender de um estado para outro. Contudo, isso pode variar conforme a demanda que temos de uma cidade para outra. Podemos citar o caso do Acre que possui poucos Médicos e há pouca demanda para a região.

Entretanto, ter um salário que proporcione tranquilidade e estabilidade é o que muitos desejam, porém, nem sempre é possível quanto a cidade já está saturada daqueles profissionais. Sendo assim, vamos abordar nesta matéria as cidades que possuem o mais elevado salário, sendo que a cidade que ficou em primeiro lugar possui renda per capita duas vezes maior que a média nacional. Vale lembrar que as cidades que serão citadas possuem alto índice de Desenvolvimento Humano Municipal e a ONU também avalia além da renda, o nível de educação e a expectativa de vida.

Assim, a que ficou em primeiro lugar foi a cidade de São Caetano do Sul (SP), seguida por Niterói (RJ). Para se ter uma base, elas possuem 2,5 vezes a renda maior que a média do país. Enquanto a renda por pessoa no Brasil é de R$ 793,00, em São Caetano do Sul (SP) ela chega a R$ 2.043,74.

Em terceiro lugar temos a cidade de Vitória (ES); seguidas por Santana de Parnaíba (SP); Florianópolis (SC); Porto Alegre (RS); Nova Lima (MG); Brasília (DF); Santos (SP); e, por último, em 10º lugar, Balneário Camboriú (SC).





A renda per capita é obtida através da soma de todos os salários ganhos pelos habitantes de cada município dividido pelo número total de habitantes. Ressalte-se que, o resultado é considerado não apenas por quem possui qualquer tipo de renda, mas são incluídos na divisão os desempregados, estudantes, entre outros. É ela quem avalia o indicador de riqueza, porém, nada diz sobre a distribuição dela. Além disso, a pesquisa tem mostrado que nessas cidades as pessoas têm uma maior qualidade de vida.

Por Luciana Viturino

Renda per capita

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *