Vaga de emprego exige pelo menos 20 pontos no Flappy Bird



  

Retirado das lojas de aplicativos Google Play (Android) e App Store (iOS) há cerca de duas semanas, o jogo Flappy Bird continua a ser notícia em todo o mundo. Dessa vez, o que chamou a atenção foi a notícia divulgada no site China News, dando conta de que o game criado por um desenvolvedor vietnamita está sendo utilizado para recrutar novos funcionários para uma empresa chinesa.

Conforme o site asiático, a empresa Wuhan Wei Pei Information and Networking, do ramo de programação, tem colocado os candidatos às vagas de emprego oferecidos por ela para jogar o Flappy Bird. E para avançar no processo de seleção, é necessário jogar o game durante 20 minutos e obter pelo menos 20 pontos, algo que pode ser bastante complicado para quem não tem muita intimidade com esse viciante e difícil joguinho de celular.

O motivo do uso do aplicativo na seleção de candidatos pode ter sido justamente pela dificuldade do jogo. Assim, a companhia chinesa ganha uma nova maneira de avaliar as capacidades de cada um deles, para saber se eles possuem aptidão para o trabalho oferecido por ela.

Além disso, a empresa informou também que o uso do game foi uma forma de chamar a atenção para a vaga de emprego que ela está oferecendo. E parece que a estratégia deu certo, pois a organização já recebeu muitos currículos, segundo o site China News.





Para quem não sabe, o jogo Flappy Bird, no qual você tem que ajudar um pássaro a atravessar vários obstáculos, sem encostar neles, foi retirado do ar depois de ter conseguido milhões de downloads em todo o mundo e rendido cerca de US$ 50.000 por dia para o seu criador.

O desenvolvedor do título, Dong Nguyen, alegou que o sucesso alcançado pelo game, lançado em maio de 2013, o incomodou demais, fazendo com que ele fosse requisitado diariamente pela imprensa e pelos fãs. E por não aguentar a pressão, resolveu não mais disponibilizá-lo para download.

Por André Gonçalves



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *