Média salarial para estagiários cresceu 11% em 2013



  

Em pesquisa realizada pelo Núcleo Brasileiro de Estágios – o Nube – foi constatado que a média da remuneração em 2013 dos estagiários brasileiros aumentou em 11% em relação ao ano anterior de 2012. Com um salário médio de R$ 859,45 durante o ano de 2013, os estágios são a primeira oportunidade de trabalho que prepara os alunos, sejam esses do Ensino Médio, Técnico ou de Cursos de Graduação para o mercado de trabalho.

Importante saber que o trabalho de estagiário é regulamentado pela Lei N° 11788 de 25/09/2008, que consiste em um ato educativo que prepara o aluno para o mercado de trabalho e, em muitos casos, são os steps iniciais para diversas carreiras.

Todo estágio é vinculado a um projeto pedagógico de cursos reconhecidos pelo MEC. É importante salientar que os estágios em empresas podem ser ou não remunerados, não são regidos por CLT e não criam vínculo empregatício entre o aluno e a empresa.

É necessário formalizar e regulamentar junto a Instituição de Ensino através de um Termo de Compromisso (Contrato de Estágio) que deve ser assinado pelo aluno, pela escola e pela Empresa em questão. Outro ponto importante é definir junto a Instituição de Ensino se o estágio será obrigatório, ou não. No caso do estágio obrigatório, é necessário cumprir algumas etapas conforme definido no projeto do curso e cuja carga horária é obrigatória registrar.

A pesquisa foi realizada junto a cerca de 23 mil estagiários em diferentes níveis de colocação no mercado e foi constatado que alunos de cursos de graduação ou nível superior recebem um pouco mais, em torno de R$ 964,81. Dentro desse perfil, os homens continuam sendo mais remunerados em relação às mulheres, que recebem menos em alguns casos.





Em segundo lugar ficam os estagiários de cursos superiores em tecnologia, que ganham em média de R$ 884,00. Em relação ao nível médio, os técnicos recebem em média de R$ 670,69 e os alunos do ensino médio comum ganham em torno de R$ 513,73.

Por Claudemir Pereira

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *