Selic – Previsão da taxa para os próximos anos



  

Mário Mesquita, economista e ex-diretor do Banco Central, afirmou que a taxa de juros da Selic deve continuar baixa até o término do mandato da presidenta Dilma Rousseff, em 2014, ou em caso de sua reeleição, em 2018. Ele disse que a taxa da Selic, descontada a inflação medida pelo IPCA, vai continuar na casa dos 2% até 4%.

Para ele a incógnita está na  variação nominal da taxa de juros. Mesquita, afirmou ainda que o PIB brasileiro deverá ficar em 3,5% ou 4% em 2013. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, IPCA, indicativo de inflação medida pelo IBGE, deverá ficar em 5,5% tanto esse ano quanto no ano que vem.

Ele cogitou que com a estabilidade da inflação nesses dois anos o Banco Central não deverá alterar drasticamente o valor da Selic até o final de 2013. Para o economista no caso de uma situação econômica que obrigue o BC a subir os juros isso deverá ocorrer a partir do início de 2014.





O ex-diretor do BC avaliou que os juros não são um instrumento prioritário do governo no controle da inflação. Para ele, a contenção da inflação por parte do Governo Federal se dá por medidas macroeconômicas de caráter prudencial. Em especial, a manutenção da taxa de câmbio do real em relação ao dólar no patamar de R$ 2,00 para cada dólar. O Governo deve continuar intervindo no câmbio para que esse patamar se estabilize no ano que vem.

Por Matheus Camargo

Fonte:  R7



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *