FGV – Inflação de outubro desacelera



  

De acordo com o índice de preços ao consumidor semanal (IPC-S)  a inflação do mês de outubro fechou em 0,48%. A notícia foi dada pela Fundação Getúlio Vargas no último dia 1 de novembro. 

As pesquisas da fundação recobrem cerca de oito classes de produtos. Dessa em seis classes houve desaceleração no ritmo de subida de preços. Dentre elas, a classe de habitação, vestuário, despesas pessoais e educação. A alimentação ficou 0,67% mais cara no período da última semana de outubro contra um aumento de 1,04 % na semana anterior. Os itens de vestuário subiram 0,45% nessa semana contra 0,65% na terceira semana do mês.

Educação, Leitura e Recreação se mantiveram com índice de inflação estável nas duas ultimas semanas de outubro na casa dos 0,20 por cento. A pesquisa mostra que novamente os itens de alimentação puxaram a subida de preços ao consumidor.





A carne bovina voltou a subir cerca de 1,04% nesse período, embora de maneira menos acentuada do que na terceira semana quando apresentou uma variação positiva de preços da ordem de 2,39%.  Já o tomate apresentou uma redução de preços, após sucessivas altas no valor do produto, e caiu cerca de 16,40% nesse período.

Por Matheus Camargo



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *