FGV – Confiança do consumidor cresce



  

A FGV, Fundação Getúlio Vargas, emitiu uma correção sobre os dados da sua pesquisa sobre o Índice de Confiança do Consumidor, publicados na manhã dessa última quinta-feira, 25 de outubro. Segundo a correção, o índice de outubro ficou 5,1 por cento mais elevado em relação ao índice do mesmo período do ano passado.

Em vez de 2,1 por cento como publicado pela manhã. Outra correção feira foi para o comparativo do mês de setembro, que ficou 5,9 por cento mais elevado do que o do mesmo período do ano passado em vez dos  1,8 por cento anunciados.

Dessa forma, o avanço da confiança dos consumidores em outubro subiu e apresentou uma variação negativa de 0,3 por cento. O indicador da confiança do consumidor utiliza-se de uma escala que vai de 0 à 200 pontos. Quanto maior o número, mais confiança os consumidores teriam em seus ganhos projetados. O índice de outubro ficou em 121,7 pontos contra 122,1 pontos do mês passado.





A pesquisa foi feita em dois mil domicílios no país distribuídos entre sete capitais. Ela recobriu o período de primeiro de outubro até o dia 22 do mês. No comunicado em que lançou os dados a FGV considera ainda que há uma relativa estabilidade da confiança do consumidor, sendo a variação negativa pequena. Ela decorreria da percepção dos consumidores da melhora da situação atual.

Por Matheus Camargo



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *