Governador do RS decide sobre projeto de rodovia



  

O Tarso Genro (PT), governador do Rio Grande do Sul, deverá decidir até semana que vem como será o projeto da Odebrecht em construir uma rodovia entre Porto Alegre e Sapiranga, na região metropolitana da capital gaucha.

A rodovia estadual do RS-010 esta prevista para se construída no modelo de PPP, parceira público-privada. Caso isso ocorra será a primeira PPP no estado. O projeto original da obra foi feito pela Odebrecht a pedido da então governadora do estado, Yeda Crusius (PSDB). Desde então o negócio esta parado.

Na última terça-feira, 23 de outubro, secretarias do governo de Tarso Genro reelaboraram a proposta com modificações apresentadas pela Associação de Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre. O secretário de Planejamento, João Motta, informou que o custo original da obra estava em 1,5 bilhão de reais, incluindo as desapropriações necessárias para fazer a rodovia.





De acordo com Motta, Tarso Genro deve decidir entre pedir detalhamento técnico no novo projeto ou aprová-lo como está. Segundo o secretário, ha certos problemas no projeto original como os cálculos dos custos com desapropriações que teriam sido insuficientes e com a não precisão da realização de um aterro na região dos banhados do Rio dos Sinos, por onde a rodovia deve passar.

A ERS-010 estava prevista para ter 99 quilômetros e será uma via alternativa à BR-116 e à BR-488, em construção.

Por Matheus Camargo



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *