Aumento da Dívida Pública Federal em Setembro de 2012



  

Segundo dados apresentados pelo Banco Central nessa segunda-feira, dia 22 de outubro, a Dívida Pública Federal suportou em setembro um aporte de R$ 21,1 bilhões ao Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. O dinheiro saiu dos cofres do Tesouro Nacional e foi realizado com a compra de título públicos. A Caixa recebeu R$ 13 bilhões e o Banco do Brasil ficou com R$ 8,1 bilhões.

O objetivo da operação teria sido a disponibilização de mais recursos aos bancos para aumentar sua oferta de crédito. O Tesouro realizou em setembro a emissão de R$ 23,68 bilhões, acumulando um resgate líquido de R$ 115,11 bilhões no ano de 2012.

A participação de investimento estrangeiro na Dívida Pública Mobiliária Federal, com a compra de títulos públicos, aumentou em 0,8% entre agosto e setembro desse ano, alcançado a fatia de 13,42% de participação. As instituições financeiras aumentaram sua participação também, agora contam com 30,08%. Essas instituições tinham uma participação na Divida Pública Federal de 28,85% em agosto.





O Governo Federal diminuiu a sua participação nos títulos da dívida pública e agora detém 7,97% do total contra 8,08% em agosto. Na mesma tendência, os fundos de investimento deixaram sua participação de 25,24% para 24,28% em setembro.

Fonte: Estado de Minas

Por Matheus Camargo



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *