Carteira de Crédito de Bancos Públicos – Ameaça ao equilíbrio do mercado financeiro do Brasil



  

Um Economista e ex-dirigente da Federação Brasileira de Bancos alerta que a expansão da carteira de crédito por parte de bancos púbicos pode ameaçar o equilíbrio do mercado financeiro brasileiro.

Roberto Luís Trosteranalisa que o crescimento de 71% da carteira de crédito disponibilizado no mercado pela a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil nos últimos doze meses pode ser uma estratégia que colocará em risco o equilíbrio do mercado de crédito nacional.

Os dados foram disponibilizados pelo relatório do Banco Central sobre a política de crédito nacional em agosto. Segundo o relatório do BC os bancos públicos lideram a expansão do crédito no último período e aumentaram significativamente sua participação total no mercado de crédito nacional.

Nos últimos meses, a expansão da concessão de crédito pelo o BB e a Caixa veio associada com políticas de redução da taxa de juros e de corte nos custos da tarifa. Essas políticas, diretamente associadas a decisões do Governo Federal, vêm impondo um aumento da competitividade no mercado financeiro nacional e já tem surtido efeitos nos bancos privados que nos últimos dias anunciaram corte nas taxas de juros e em preços de tarifas.





Troster afirma que essa política arrojada de competição dos bancos públicos pode ser insustentável. Segundo ele: “O problema é que os índices de eficiência das instituições públicas são piores e elas não suportam as reduções de taxas de juros”.

Outros analistas são menos pessimistas e afirmam que o crescimento da participação desses bancos no mercado de crédito tem sido sustentado por níveis de inadimplência que se mantém constantes.

Por Matheus Camargo

Fonte: Estadão



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *