Índice de Produção Industrial no Brasil – Tendência de queda em 2012



  

O Índice de Produção Industrial no Brasil é medido pelo IBGE em 14 localidades pesquisadas. Apesar de 9 das 14 regiões terem apresentado índices positivos no mês de agosto frente aos resultados de julho, o resultado geral continua a tendência de queda iniciada em outubro de 2010, alcançando agora a variação negativa de 2,9% no acumulado dos últimos doze meses e é a pior taxa desde janeiro de 2010, onde se registrou a queda de 5% da produção industrial.

Os Estados que mais sofreram com a queda da produção industrial no acumulado dos últimos doze meses foram Rio de Janeiro, na liderança, com menos 4,9%, seguido de perto por São Paulo, com menos 4,8%, na sequência Santa Catarina, com variação negativa de 4,2%, depois Ceará, com 3,6%, e Espírito Santo, com 3,5% de queda.

Alguns Estados apresentam resultados positivos nos últimos doze meses. Dentre eles, os com melhores resultados são: Goiás, com 7% disparado na frente do crescimento, seguido do Paraná, com 3,9% e Pernambuco, com 3,8% de expansão.





Em relação ao mês de julho, o Índice de Produção Industrial de agosto, considerando as regiões pesquisadas, apresenta um ritmo de crescimento em 9 das 14 regiões. Goiás recuperou parte das perdas do índice de julho frente a junho, quando registrou uma baixa de 13,3%, ficando agora com 10,3% de alta. É a região com maior crescimento em agosto seguido do Amazonas, com 7,6%, Rio Grande do Sul, com 4,8%, Minas Gerais, com 3,3% e Paraná, com 3,0%.  

Por Matheus Camargo



1 comentário em “Índice de Produção Industrial no Brasil – Tendência de queda em 2012

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *