Cotação Dólar – Terça (11-09) – Moeda fecha em queda com quarta desvalorização seguida



  

Nesta terça (11), o Dólar encerrou com uma leve queda frente ao real. Com isso, foi a quarta sessão seguida de perdas e ficando mais próximo do piso informal de R$ 2.

Ocorreu uma pressão na divisa norte-americana no exterior depois da agência de classificação de riscos Moody’s apontar um alerta sobre o rating dos Estados Unidos.

No Brasil, porém, o dólar não apresentou força para acompanhar o movimento no exterior e cair ainda mais, uma vez que os investidores acreditam que o Banco Central deve intervir frente ao mercado de câmbio, se a moeda comece a ameaçar romper o piso da banda informal de R$ 2 a R$ 2,10.

O dólar teve queda de 0,3% para R$ 2,0165. Nestas últimas três sessões, a divisa teve uma perca de aproximadamente 1%. Para a semana, a desvalorização é de 0,59%. Já no mês de setembro, a desvalorização é de 0,69%.





Para o ano, no entanto, o dólar teve uma alta de 7,92%. Segundo Jankiel Santos, economista-chefe do BES Investimento:

“Quando a moeda começa a chegar perto de R$ 2 já se espera que o BC vai atuar. Esse nível não é mais uma barreira psicológica, é uma barreira efetiva que o BC definiu”.

Foi em 21 de agosto a última vez que o BC atuou no mercado de câmbio, quando o dólar era negociado por volta de R$ 2,01, isso com o exterior pressionando a divisa para baixo.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *