Ações do Facebook – Queda em 16/08



  
Ações do Facebook caíram mais de 7% nesta quinta-feira

Os ativos do Facebook caíram mais de 7% no dia de hoje (16/08), registrando o menor nível desde a oferta pública de ações da rede social, eliminando cerca de US$ 4 bilhões em valor de mercado da empresa, após o primeiro (de vários) período de retenção de venda dos ativos por detentores que têm relação com o Facebook ter acabado.

Esta queda aumentou a perda total da companhia desde a sua estreia na Bolsa para pouco menos de 50%, ou seja, US$ 40 bilhões. Os papeis começaram em US$ 38 e por volta das 12h46 estavam cotados a US$ 19,95.

Mais de 270 milhões de ações foram destravadas, e os analistas não afirmaram se a baixa vista hoje se deve a isso, ou se os acionistas estão vendendo os papeis influenciados pelas preocupações sobre o impacto das vendas realizadas pelos detentores dos ativos, que até o momento não podiam realizar lucro com eles.





As ações vêm sofrendo grandes pressões, pois o lento crescimento da empresa e a sua capacidade de render dinheiro com propagandas em aparelhos portáteis estão gerando preocupações.

Entre outubro e novembro, 243 milhões de ativos serão liberados para negociações, e em 14 de novembro mais de 1,2 bilhão de ações ficarão disponíveis para operação. Até lá, Mark Zuckerberg não poderá vender seus ativos.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *