Plano de concessões de rodovias e ferrovias



  
7,5 mil km de rodovias serão duplicados e 10 mil km de ferrovias serão construídos

O governo anunciou no dia de hoje (15/08) um pacote de concessões de rodovias e ferrovias com investimento de R$ 133 bilhões ao longo de 30 anos, sendo R$ 79,5 bilhões nos 5 primeiros anos. O objetivo desta medida é dar mais fôlego para a economia do Brasil.

O anúncio foi feito pelo ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, e logo após a presidente Dilma Rousseff realizou um discurso.

O “Plano Nacional de Logística: Rodovias e Ferrovias”, como foi chamado, prevê a duplicação de 7.500 km de rodovias e a construção de 10 mil km de ferrovias, em parceria com empresas privadas através de concessões.

O total investido para as rodovias será de R$ 42 bilhões, e para as ferrovias, R$ 91 bilhões.





Para administrar o programa, será criada a Empresa de Planejamento e Logística (EPL), sob o comando de Bernardo Figueiredo.

Outras concessões para aeroportos e portos serão anunciadas nas próximas semanas.

O financiamento das ferrovias terá juros de até 1%, com carência de até 5 anos e amortização de 25 anos. Já, para as rodovias, os juros serão de até 1,5%, com carência de até 3 anos e amortização em 20 anos.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *