Presidente do Banco Central prevê Crescimento do Crédito no 2º Semestre de 2012



  

O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, disse, na quinta-feira (dia 10 de maio), que a instituição financeira esperava que o crédito voltasse a crescer num ritmo mais rápido do que o que está sendo verificado na prática.

A princípio, o esperado era de que a alta registrada no indicador fosse de 15% este ano, mas o resultado deverá ser menor, já que o setor automobilístico ainda deve registrar um aumento no número de financiamentos, fazendo com que a economia cresça com o passar dos meses.

Apesar dessa situação, Tombini ressaltou que o Banco Central pretende manter a concessão de créditos mesmo em situações de crise, permitindo que a economia seja retomada.

Já nos momentos em que há aquecimento da economia, o cuidado dever ser para que o crédito não acabe aumentando a inflação, afirma o presidente do BC. “Agora, nos momentos em que a economia começa a recuperar, é natural que se espere que o crédito acompanhe esse processo e não que as inflações fiquem excessivamente severas no processo de concessão do crédito”, comentou.





Apesar do resultado com projeção menor do que o esperado, a economia neste ano deve registrar alta em comparação com o ano passado. O segundo semestre deste ano deverá apresentar concessão de crédito maior e deve registrar alta se comparado ao primeiro semestre.

Além disso, Tombini falou que acredita que o desenvolvimento positivo da economia deve manter a inadimplência em patamares baixos. “Nossa visão é que com o crescimento maior da economia, no segundo semestre, essa inadimplência recue. Olhando à frente, o crédito tem condições de crescer”, concluiu.

Fonte: Banco Central

Por Matheus Camargo



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *