Baixo Crescimento da Economia pode afetar Faturamento das Empresas em 2012



  

Segundo dados divulgados pelo Sebrae, as micro e pequenas empresas de São Paulo devem fechar o ano de 2011 com um aumento de faturamento real da ordem de 3,5% em relação ao ano passado.

Se comparado com o mesmo período do ano anterior, o desempenho foi relativamente baixo. Estes índices já indicam algumas desacelerações que a economia nacional pode registrar em 2012. Já é previsto que os empresários, como um todo, terão uma redução nas vendas e no faturamento de suas empresas.

Para não ser pego de surpresa, o empresário deve estar preparado para momentos de baixas vendas, o que requer uma revisão no planejamento para manter a saúde financeira da empresa.





Luis Lobrigatti, consultor do Sebrae-SP, indica que um ótimo passo é começar o ano sem dívidas, evitando assim comprometer o caixa da empresa.

Outra dica dada por Lobrigatti é que os empresários procurem analisar se é possível reduzir custos. Um bom cálculo é reservar 80% do lucro da empresa para o pagamento de dívidas e poupar o restante para futuros investimentos ou situações de emergências.

Por último, o consultor orienta os empresários a estarem sempre bem informados e atualizados. Para isso, a realização de cursos para atualização profissional e para melhorar a gestão do seu negócio é essencial.

Por Natali Alencar



1 comentário em “Baixo Crescimento da Economia pode afetar Faturamento das Empresas em 2012

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *