Perspectiva de crédito às empresas cai 0,5% em março



  

Levantamento erguido pela Serasa Experian mostra que a perspectiva do crédito às empresas arrefeceu 0,5% entre fevereiro e março de 2011, para 100,8 pontos, em outras palavras a sexta baixa mensal seguida do indicador. Deste modo, o ciclo de elevação da taxa básica de juros da economia, a Selic, e as medidas de restrição ao crédito começaram a ser mais sentidas pelos empresários.

De acordo com a Serasa, o ambiente de desaceleração da economia, sobretudo no segundo semestre de 2011, deve exercer pressão sobre o crédito focado à atividade produtiva. Economistas da entidade preveem que a demanda das companhias por capital de giro propende a ser mais modesta.





Diferentemente do observado entre as empresas, o Indicador de Perspectiva do Crédito ao Consumidor apresentou estabilidade entre fevereiro e março após 11 baixas mensais seguidas, culminando em 99,6 pontos. Entretanto, o crédito ao consumidor deverá, no decorrer dos meses, manter o desenho de paulatina desaceleração.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *