Classe C está consumindo cada vez mais



  

Estudo construído pelo Data Popular revela que a classe média brasileira consumiu 41,35% do total de serviços e bens nas regiões urbanas no ano passado, índice sucintamente inferior aos 42,9% conquistados pelas classes A e B, juntas. De acordo com a pesquisa, se somadas as classes A, B e C, o gasto total chega a R$ 2,1 trilhões no período.

Para se ter noção exata ou aproximada do novo perfil da classe C, o consumo dela, em 2002, correspondia a 25,8% do total de serviços e bens, enquanto o despendido pelas classes A e B, diferentemente, representava 58,1% do mercado de consumo.





Nos últimos oito anos, os gastos da nova classe média com componentes domésticos e móveis cresceram cinco vezes, para algo na casa de R$ 17,95 bilhões. Na aquisição de eletrodomésticos o montante avançou um pouco mais, para R$ 20 bilhões.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Fenabrave



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *