Aumento na venda de materiais de construção



  

As obras inoculadas dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a ampliação nas vendas de residências a partir do “Minha Casa, Minha Vida” e a exoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) a alguns setores suplantaram expectativas diversas, tanto que a comercialização interna de materiais de construção cresceu 9,43% em julho ante período igual do ano passado.

A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), de acordo com a agência de notícias Reuters, relacionou, também, que as vendas acumuladas entre janeiro de 2010 até o mês passado atingiram ascensão de 18,1% em comparação ao mesmo intervalo de 2009. A entidade revelou, consequentemente, que a comercialização de materiais dito básicos sobrepujaram os de acabamento.





Um fator relevante não somente aqueles que dependem da vendas de materiais de construção, mas outros diretamente ligados à confecção de cada um dos itens, foi o aumento de empregos formais em 11,7% no mês de junho. A Abramat estima que esses dados refletem o novo crescimento consecutivo observado na indústria de materiais. Melvyn Fox, presidente da entidade, assegura que o segmento já superou os efeitos da crise financeira econômica mundial.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *