Procura por crédito diminui apesar das atraentes ofertas de crédito oferecidas pelas instituições financeiras



  

Parece que durante os meses de julho e agosto as pessoas com baixa renda mensal, até R$ 500,00, resolveram pisar no freio e recorrer menos às atraentes ofertas de crédito oferecidas pelas instituições financeiras.

É o que revela uma recente pesquisa do SERASA Experian a partir da qual  foi constatada uma diminuição de 0,03% dos empréstimos nos referidos meses. Contudo, a pesquisa sofreu forte influência das regiões brasileiras em que a renda mensal per capita é muito baixa (Norte e Nordeste).





No geral, a concessão de empréstimos cresceu significativamente e acumula a cinco altas consecutivas em 2009. Só em  julho deste ano, o volume de dinheiro emprestado por bancos e instituições financeiras superou o mesmo período de 2008 em 3,5% e continuou em alta em agosto.

O segundo semestre é de crescimento para o setor. É a crise que se afasta e o dinheiro que circula.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *